12/05/2017 Por Ludmilla Rossi Turismo e viagens

Lua de mel no Nannai

E do nada a gente fecha os olhos e está do outro lado da vida. Acordamos adultos, temos nossa própria casa, nossos gatos, nossas responsabilidades conjuntas. Enquanto escrevo isso, nossa filha mais velha mia e pede para trocar sua ração. Vinte anos se passaram e a gente até perde a noção do tempo de tão rápido que ele foi.

Mais de meio bilhão de segundos ao lado de alguém, contando 7.300 dias. E muitos deles, extremamente especiais. Vimos muita gente namorar, casar, separar. Várias festas. Algumas mortes pelo caminho. Muitos nascimentos. Alguns sustos, muitas surpresas boas. Um câncer, uma sobrevivência.

Em 7.300 dias acontecem muitas coisas.

Como dizem os amigos, isso é raro, e o que é raro precisa ser comemorado de uma forma única. Eu e o Mauricio, ao completarmos 20 anos juntos não poderíamos deixar de pensar bem na hora de escolher o lugar para termos um tempo só pra gente.

Escolhemos o Nannai Resort & SPA, que já habitava nossos sonhos há pelo menos 8 anos, quando estivemos em Porto de Galinhas pela primeira vez.

Na ocasião ficamos num outro hotel que era agitado, cheio de gente, com aquela piscina meio barulhenta que mistura três gerações de famílias, crianças em processo de desconfinamento vertical e alguns casais disputando espaço na aula de axé. Definitivamente, not our style.

Gostamos de bagunça, mas preferimos o sossego: um lugar que nos permita conversar, ler um livro ou ficar realmente sem fazer nada. Quando decidimos o destino, não pensamos duas vezes. Escolhemos o Nannai antes de Porto de Galinhas. O Nannai era o nosso destino.

nannai-ludmilla-porto-de-galinhas-muro-alto

Passamos cinco dias maravilhosos, dos quais sinto saudades todos os dias. A experiência do Nannai foi perfeita do início ao fim: o atendimento, o conforto, as instalações, os mimos, a experiência completa. Tudo foi fantástico.

Eu particularmente não estou acostumada a viajar para descansar. Sempre viajo para fazer o contrário disso, para voltar mais esgotada do que fui. Meus destinos turísticos favoritos incluem maratonas de caminhadas urbanas. O Nannai me ofereceu o inverso disso: uma viagem para relaxar totalmente, ser mimada, me dedicar a sentir a água, o vento, a areia e os pensamentos.

A paz e o conforto físico e mental que o Nannai oferece são únicos.

Eu me senti em casa. Amo o nordeste e a recepção que os pernambucanos oferecem. As pessoas, sem sombra de dúvidas, são uns dos grandes diferenciais do Nannai. Não é apenas aquele treinamento impecável da hotelaria de luxo, que sempre agrada. Mas sim um atendimento de alto nível com aquela humanidade que só o nordeste tem. Eita povo que sabe receber bem!

Bangalô do Nannai

Quando escolhemos o Nannai como destino, queríamos a experiência completa. Pegamos então um bangalô de frente para o mar com uma piscina piscina privativa. Uma experiência magnífica para comemorar, além dos 20 anos juntos, uma verdadeira lua de mel. Fato que não casamos de maneira tradicional, com igreja e tudo mais. Mas desde que moramos juntos ainda não tínhamos feito uma viagem só pra gente.

Viajamos bastante nos últimos anos, mas nenhuma viagem foi como essa. Muitas tinham objetivos profissionais ou aproveitamos para encontrar amigos viajar com a família. Dessa vez foi como uma lua de mel mesmo. Um tempo só nosso.

E era assim que a gente acordava todos os dias para comemorar nossos 20 anos juntos: com a vista do bangalô 14.

Bangalô do Nannai

Além da visão do paraíso, a parte interna do bangalô também é incrível. A cama é enorme, com dossel e toda decorada com madeiras e conchinhas. Diariamente eles decoram a cama com flores e com mimos, sem deixar o ambiente com aquela cara brega típica de tudo que envolve serviços matrimoniais.

Esses bangalôs são inspirados naqueles overwater bungalows da Polinésia Francesa, mas com um charme bem brasileiro.

Comidinhas e delícias do nordeste

Apesar de eu estar de dieta, durante esses dias chutei o balde. Incluindo um café de manhã reforçado de indulgência matinal. Eu acordava, comia pão de queijo, bolo de rolo e múltiplas tapiocas regadas a espumante. SIM,  gente, eles servem um espumante delicioso no café da manhã.

PS.: foi difícil voltar para uma vida sem espumante matinal.

Café da manhã do Nannai

Com um café da manhã desses, foram poucos dias em que almoçamos. Mas, devo confessar. Aproveitei que estava em Pernambuco para comer (muitas vezes) um dos meus doces favoritos: CARTOLA.

Se você ainda não comeu, experimente. E o do Nannai é o melhor que já comi. Cartola é uma tradição nordestina, um doce com queijo-manteiga, banana, canela e melaço. Salivo só de lembrar. E durante o período diurno e entre refeições rolam vários pequenos petiscos para os hóspedes, que são servidos tanto na piscina como na praia de Muro Alto (onde fica o resort). Esses petiscos são deliciosos, mas fiz questão de registrar esse caldinho de peixe que guardei no meu coração.

Caldinho de Peixe do Nannai

Basicamente a jornada alimentar do Nannai é a seguinte:

Café da manhã – espetacular com bolos regionais, pães, queijos, sucos, vitaminas, espumante, cafés, muitos doces, geléias, sem exagero, pelo que eu contei são 5 ilhas imensas de gostosuras. Sem contar o tapioca bar deles, que serve tapioca, omelete, waffles, cartola – tudo feito na hora.

Almoço – a la carte, com um cardápio espetacular. No primeiro dia pedimos um risoto no quarto que estava DIVINO e era gigante de bem servido. Os preços do cardápio são mais econômicos do que os preços de um almoço comum em São Paulo, o que me deixou bem surpresa. Tudo muito justo.

Chá da tarde – falando a verdade, ninguém abusa muito no almoço. Às  17 horas toca o sino e um pequeno jardim bem no meio do Nannai é ocupado por mesas e duas bancadas. Lá eles montam um bar de tapioca (parecido com o do café da manhã) e uma mesa de bolos e quitutes maravilhosos. E aqui, dá-lhe mais bolo de rolo. Veja, não é mais um chazinho da tarde. É um banquete pós-praia.

Jantar – uma verdadeira experiência. Além do ambiente delicioso do restaurante, com um lustre de conchas enorme no meio do local – o capricho na decoração das mesas é lindo. O cardápio varia a cada dia e fica até difícil escolher entre tantas maravilhosidades. Moquecas, lagosta, peixes com molhos divinos, pratos típicos nordestinos, buffet de queijos e saladas… tudo uma obra prima. Os queijos são mega selecionados e deliciosos e quase CHOREI quando vi que tinha queijo Vincent lá (parecido com o Prima Donna).

Olha só esse caldeirão!

Jantar Porto de Galinhas Nannai

Outra delícia do Nannai é que, sempre que eles faziam a arrumação do quarto eles deixavam uma surpresinha pra gente, por conta da nossa comemoração dos 20 anos juntos. O staff do Nannai, do guest relations a equipe de recolhimento de toalhas faz de tudo para que o hóspede se sinta único e especial. Essa tábua de frutas, queijos e frios foi um dos mimos fofos que recebemos.

Tábua de queijos, frios e frutas do Nannai

Spa L’Occitane no Nannai

Além do dolce far niente 24 horas por dia, nós ganhamos de presente uma massagem relaxante no SPA do Nannai, que é da L’Occitane. Aliás vale dizer que todos os amenities do hotel são da marca francesa que eu amo. Durante todos esses dias usei a linha Verbena. E no spa eles usam a linha específica de Aromacologia da marca, que eu ainda não conhecia.

Eu, que não sou mega fã de massagens, amei a massagem do SPA do Nannai. Isso porque não é aquelas massagens incômodas e de pressão, e sim uma experiência que é mais sensorial do que qualquer outra coisa. Sem contar a decoração dos espaços de massagem e do spa, que são apaixonantes. Como fizemos isso no último dia, a volta foi mega tranquila.

SPA L'Occitane Nannai

A agenda do dia era basicamente relaxar, comer (muito bem) e beber moderadamente. No hotel existe um bar (que acabamos nem indo) e um lounge da Veuve Clicquot, mas acabamos aproveitando mais as bebidinhas durante as refeições.

Entre piscina e praia, curtimos muito o cantinho de Muro Alto, que é povoado pelos hóspedes do Nannai. Uma das maiores maravilhas é que, a qualquer hora do dia existem cadeiras, espreguiçadeiras e lugares para ficar com total tranquilidade.

E o visual é esse aqui:

Praia de Muro Alto

Vale a pena passar a lua de mel no Nannai?

A resposta é 100% SIM. Apesar de eu ter tentado detalhar nesse post toda a experiência, fica difícil descrever o que realmente é o Nannai. A fama que o lugar tem não é exagero. Digo que é o inverso disso, acho que, perto do que o local realmente oferece, a fama dele deveria ser ainda maior pelo Brasil. O Nannai é mega premiado, incluindo o prêmio Condé Nast Johansens.

Do começo da experiência, quando o pessoal da Luck Receptivo pegou a gente no aeroporto ao check-out, eles conseguiram fazer TUDO ser impecável e superaram todas as expectativas. O Nannai tem serviços que eu não fazia ideia e fiquei muito feliz ao descobrir quando cheguei lá.

O spa e a boutique são verdadeiras experiências de luxo. A curadoria de peças é fantástica.

A academia é imensa (mas claro que não usei, hehe), o caminhar pelo Nannai é fantástico. A música é sempre suave, a sinalização fácil e você se sente bem o tempo inteirinho.

Na praia, o Nannai oferece toda a estrutura e continua a experiência. Existem monitores para ajudar você a se aventurar em esportes aquáticos, incluindo stand-up, remada e um velejada. Eu até tentei me aventurar no stand-up, mas mal consegui ajoelhar. E voltei para uma cadeira aquática maravilhosa que eles oferecem (a que está na primeira foto). A palavra de ordem é relaxar.

Alguns dos serviços oferecidos
Nannai Beach Boutique
Salas de estar espalhadas por todo o hotel
Restaurante
Bar Gamboa
Gazebos e Clube da praia
Kids Club, Piscina Infantil e Estar do Golf
Golf
Quadras de tênis
Quadra de futebol e voleibol
Heliponto
Spa L’Occitane
Fitness Center e sauna
Pista de cooper

Maior vantagem do Nannai
O Nannai é puro luxo, mas sem nenhuma ostentação ou nariz empinado. É o luxo simples, delicioso, confortável. Bem ao mood do nordeste mesmo (palavra de quem já morou muito tempo na Bahia). E claro, perfeito para casais e famílias que querem sossego cinco estrelas.

Depois de 20 anos e 7.300 dias juntos como casal e parceiros de vida, eu e o Mauricio garantimos que esses dias no Nannai ocupam o posto de alguns dos momentos mais felizes e plenos que já vivemos.

Foi mágico. <3

Nannai Resort & SPA
Rodovia PE 09 – Porto de Galinhas/Ipojuca
Tel.: (81) 3552.0101 – [email protected]
Site do Nannai