Ludmilla Rossi
Texto porLudmilla Rossi
38 anos - Santos

Retomada econômica de Santos: o plano da prefeitura

  • 1
    Share

Uma angústia paira sobre os empreendedores de Santos e do Brasil: quando verei horizonte para retomar meu faturamento e a consequente sustentabilidade do meu negócio? Quando finalmente será a retomada econômica de Santos?

Infelizmente essa pergunta ainda não tem resposta. Esse post foi escrito em 17 de maio de 2020 e pode sofrer alterações nos próximos dias, conforme as perspectivas surgirem. Na data de hoje tivemos acesso ao Plano de Monitoramento e Controle da COVID-19 para a retomada das atividades econômicas de Santos.

O plano lista as atividades permitidas em Santos, categorizando-as e criando um sistema de classificação em bandeiras. Um dos primeiros pontos é entender as atividades econômicas da cidade, divididas em essenciais sem restrição, essenciais com restrição e não essenciais.

Os percentuais você confere no gráfico abaixo.

 

Atividades econômicas em Santos

As bandeiras

A iniciativa da prefeitura está em compartimentar as atividades permitidas em bandeiras, da seguinte forma:

  1. Bandeira branca = serviços essenciais
  2. Bandeira verde = pequena aglomeração
  3. Bandeira amarela = média aglomeração
  4. Bandeira vermelha = alta aglomeração

Diante desse cenário e para que os empreendedores tenham clareza do seu enquadramento durante o plano de retomada econômica de Santos, a prefeitura oferece exemplos de cada categoria. O resumo é: a previsão para que as atividades retomem a normalidade, se é que isso é possível, é de 8 semanas. Se contarmos o dia em que tivemos acesso a esse material, estamos falando da primeira quinzena de julho.

Até lá, gradualmente, as atividades comerciais poderão retomar conforme as imagens a seguir. Porém a prefeitura alerta que os negócios poderão “mudar de fase” conforme o aumento ou a redução do número de casos.

Qual é o critério para que os negócios mudem de fase?

A zona verde é o que permite que os negócios mudem de fase. Ela representa:

  1. Baixo número de novos casos
  2. Baixa ocupação dos leitos de UTI
  3. Testes disponíveis para suspeitos e sintomáticos
  4. Protocolos setoriais implementados

A zona amarela não permite que os negócios mudem de fase e é representada por:

  1. Estabilidade do número de casos
  2. Ocupação adequada dos leitos de UTI

A zona vermelha fará os negócios retrocederem para a primeira fase e será aplicada em caso de:

  1. Número de casos elevados
  2. Alta ocupação dos leitos de UTI

Ou seja, para que esse plano seja aplicado, os empreendedores devem levar em consideração

  • Sua categorização em essencial ou não essencial
  • Sua bandeira
  • A zona sobre o avanço de fase

Para toda essa receita dar certo será necessária muita paciência e cuidado. Lembrando que o município está aplicando regras, que são

  • Uso de máscara por toda a equipe do estabelecimento
  • Uso de máscara pelo consumidor
  • Controle de acesso por meio de senha numerada
  • Colaborador capaz de organizar filas, com distância mínima de 2 metros entre as pessoas
  • Álcool gel e água e sabão para higienizar as mãos na entrada e saída
  • Limite máximo de 1 cliente para cada 10 metros quadrados de área construída
  • Higienização das máquinas de pagamento e demais equipamentos
  • Espaçamento mínimo de 1 metro entre mesas e cadeiras
  • Divulgação dessas normas na porta e no interior dos estabelecimentos

Ou seja, permanece o mesmo espírito de um grande pacto coletivo. Quanto mais a população em geral respeitar o uso de máscaras, o cuidado com a higiene das mãos, hábitos de higiene severos, entre outras medidas (incluindo o máximo de distanciamento social que puder ser feito), mais chances de termos avanços em cada uma das fases.

Entendendo as bandeiras estabelecidas pela prefeitura para a retomada econômica de Santos

Bandeira branca = serviços essenciais

Bandeira Branca

Bandeira verde = pequena aglomeração

Bandeira verde

Bandeira amarela = média aglomeração

Bandeira Amarela

Bandeira vermelha = alta aglomeração

Bandeira vermelha

Confira as atividades permitidas em Santos

Saúde

  • Hospitais
  • Unidades de Pronto Atendimento
  • Maternidades
  • Clínicas Médicas
  • Clínicas Veterinárias
  • Hospitais Veterinários
  • Consultórios
  • Óticas
  • Clínicas Odontológicas
  • Laboratórios
  • Farmácias e Drogarias
  • Serviços vinculados à saúde

Lanches e refeições
A REGRA é utilizar o delivery (entrega) ou “drive thru” (compra sem sair do carro) Proibido consumir no local
Dica: confira a lista de 200 estabelecimentos que estão fazendo delivery em Santos e região

  • Restaurantes
  • Lanchonetes
  • Bares
  • Padarias
  • Pastelarias
  • Lojas de bolos
  • Sorveterias
  • Adegas
  • Loja de conveniências

Gêneros alimentícios

  • Hipermercados
  • Supermercados
  • Mercados
  • Mercearias
  • Feiras Livres (veja a lista de feirantes que estão fazendo delivery)
  • Açougues
  • Peixarias
  • Hortifrutigranjeiros
  • Vendedores ambulantes de hortifrutigranjeiros e pescados
  • Quitandas
  • Centros de abastecimento de alimentos
  • Lojas de venda de alimentação para animais (petshops)
  • Lojas de venda de água mineral
  • Lojas de suplemento

Transporte

  • Táxis
  • Aplicativos de transporte
  • Transportadoras e distribuidoras
  •  Serviços de transporte individual e de entrega de produtos
  • Locação de veículos
  • Estacionamentos (sem manobristas)
  • Oficinas Mecânicas
  • Oficinas Elétricas
  • Borracharias
  • Bicicletarias
  • Lava-rápidos

Construção civil

  • Casas de material de construção
  • Usinas de concreto

Comunicação

  • Serviços de call center
  • Meios de comunicação social, inclusive eletrônica, executadapor empresas jornalísticas e de radiodifusão sonora e de sons e imagens

Outros

  • Cartórios
  • Concessionárias de luz e água
  • Assistência técnica de eletrônicos
  • Armazéns
  • Distribuidores de gás
  • Postos de combustível
  • Lavanderias e prestação de serviços de limpeza
  • Comércio de material de limpeza
  • Agências bancárias
  • Casas lotéricas
  • Agências, postos e unidades dos Correios
  • Assistência técnica
  • Bancas de jornais e revistas

Mais informações estão disponíveis no site oficial sobre a pandemia mantido pela Prefeitura Municipal de Santos.