Ludmilla Rossi
Texto porLudmilla Rossi
39 anos - Santos

A beleza da “mulher mais feia do mundo”

Pesando menos de 30 quilos, com baixa estatura e cega de um olho, Lizzie, apesar da magreza extrema não estaria na capa da Vogue e nem no desfile da Victoria´s Secret. Afinal beleza nos dias atuais são bem definidas por capas de revista e exposição de lingerie. A moça brinca com o tabu da beleza, do bullying e julgamentos da sociedade.

A primeira vista seu corpo frágil e rosto assimétrico causa estranhamento. Mas para quem possui uma síndrome rara (apenas outros dois casos conhecidos no mundo) e foi desenganada por médicos (segundo eles Lizzie não conseguiria andar, falar e pensar) nenhum padrão estético é importante.

lizzie-beleza
O título de  “mulher mais feia do mundo” surgiu na adolescência, quando postaram um vídeo dela que chegou a 4 milhões de visualizações.

Já seria uma tragédia para uma adolescente com dois quilos a menos ser chamada de girafa. Seria igualmente trágico para outra adolescente com dois quilos a mais ser chamada de balofa. Mas Lizzie Velasquez viveu o terror de assistir ao bullying se dissipar e ler comentários tão cruéis que, numa boa, eu tenho nojo de escrever aqui.

Depois do choque, do choro e da histeria ela decidiu que se formaria, escreveria um livro e se tornaria palestrante motivacional. Ela já fez tudo isso, incluindo o detalhe que está a caminho do terceiro livro.

Como ela própria define: “use a negatividade das pessoas para alcançar o que você quer”.

Lizzie tem 0% de gordura no corpo e não consegue ganhar peso por isso, apesar de fazer 60 (isso mesmo, SESSENTA) pequenas refeições diárias, adorar doces, frango frito, sorvete, batata frita e todas aquelas coisas que eu engordo toda vez que penso delas. Sim, tudo tem seu lado bom e a própria Lizzie samba na cara da sociedade dizendo que pode comer tudo isso sem limites. Yo go, girl!

Se você entende inglês, não deixe de assistir esses dois vídeos onde Lizzie conta sua história.

Importante: faça um favor para a humanidade e passe esse link para aquela sua amiga babaca neurótica que vive em depressão por estar 10 quilos acima do padrão.