Paulo Rogério
Texto porPaulo Rogério

É Ford!! Quer dizer, era… – o que significa a saída da Ford do Brasil

  • 1
    Share

Vivíamos um pouco da ressaca do domingo (embora tenha sido dia de trabalho) e outro tanto da realidade da segunda-feira e, do nada, PAH!!!

Uma bomba daquelas que arrasam quarteirões, bairros, cidades, estados… o país.

Do mais absoluto nada, a Ford anuncia sua praticamente retirada do Brasil. A marca não irá mais fabricar carros por aqui depois de ter desembarcado no País há quase 102 anos (!). Manterá apenas os serviços de pós-vendas, alguma coisa administrativa, além do Centro de Desenvolvimento de Produto, na Bahia, o Campo de Provas, em Tatuí (SP) e sua sede regional em São Paulo.

Os motivos são os avanços da pandemia e a queda nas vendas.

Fecharão em breve as fábricas em Camaçari, na Bahia, Taubaté, em São Paulo e a unidade que produz modelos da Troller em Horizonte (CE). A Troller é a variante de off-road da Ford.

www.juicysantos.com.br - saída da ford do brasil

O que significa a saída da Ford do Brasil

Na prática, isso quer dizer que Ka e Ecosport não serão mais produzidos. Como a Ford vai manter tudo como está na Argentina (pois é…), a Ranger chegará normalmente, pois já vinha de lá mesmo. O Mustang também chegará normalmente.

Agora vamos entender o que essa medida provoca em diversos aspectos. O primeiro é que se você tem um Ford Ka ou um Ecosport, pode esperar desvalorização.

Carros que saem de linha (deixam de ser produzidos) perdem valor de mercado. E nem adianta correr para trocar seu carro pelo de outra marca porque a esta altura, com o anúncio e o estrago feitos, já era.

Detalhe que o Ecosport abriu no País o conceito do que viríamos a chamar de SUV, hoje o segmento mais concorrido por aqui.

E ainda…

Segundo ponto: se a Ford terá só Ranger e Mustang 0km, vai ficar muito difícil manter tantas concessionárias no Brasil. Ford sempre foi marca de volume e tinha carros mais em conta. Como vendia bem, conseguia manter as lojas. Como a estrutura de uma concessionária é cara e as vendas vão cair mais, as unidades estão a perigo.

Pensa uma coisa: a Ranger chega importada para concorrer com Chevrolet S10 e Mitsubishi L200, além de Volkswagen Amarok, Toyota Hilux e Nissan Frontier. Ah, mas tem o Mustang. Que custa quase R$ 400 mil, xará… Tem noção?

www.juicysantos.com.br - saída da ford do brasil

Terceiro e mais óbvio ponto: o desemprego nas fábricas. Já falaram em 4 mil, 5 mil, 8 mil. Vai ser muita gente. E o mercado não vai absorver. A Volkswagen tem uma fábrica na mesma Taubaté da Ford, mas acabou de abrir um Programa de Demissão Voluntária. Quer dizer…

Por fim, falamos de uma marca que está no Brasil há mais de 100 anos e que já representou 25% da oferta de carros por aqui. Nos anos 80, tínhamos, além da Ford, Volkswagen, Fiat e Chevrolet fabricando carros por aqui. Era isso. E já era…

Aceleremos!!