Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 23 anos - Santos

Manufatura de Monólogos: mostra reúne talentos da região

Processo iniciado durante o Mirada 2018, o Manufatura de Monólogos ganhará os palcos do Sesc Santos entre os dias 20 e 24 de fevereiro (quarta-feira a domingo).

Então, se você é apaixonado por teatro e ama ver o resultado de provocações artísticas, pode colocar a data na sua agenda. Afinal, neste período, o público terá a chance de assistir a 11 espetáculos inéditos e autorais que surgiram da processo de criação iniciado em junho do ano passado.

Além disso tudo, todas as apresentações são gratuitas.

Manufatura de Monólogos

Em resumo, o Manufatura de Monólogos é um processo de criação de monólogos que contou com a orientação dos diretores santistas Nelson Baskerville e Luiz Fernando Marques.

www.juicysantos.com.br - Manufatura de monólogosImagem: Divulgação/Bruna Quevedo

O que a plateia assistirá resulta do trabalho realizado ao longo de 6 meses. Período em que os artistas participaram de núcleos de experimentação voltados à investigação dos aspectos técnicos e conceituais que envolvem a criação de espetáculos em formato de monólogos. Em outras palavras, serão 5 dias de monólogos criados com base no estudo, ou seja, deve ter muita coisa boa esperando os seus aplausos.

Ficou interessado? Então se liga na programação e dê seu apoio aos talentos da região!

Programação da Manufatura de monólogos

1. Malditas

O espetáculo tem caráter itinerante, performático e sensorial. Por isso, é realizado com a ocupação de espaços públicos e alternativos (como a Praça dos Andradas e a Cadeia Velha).

Quarta-feira, 20 de fevereiro, às 18 horas na Praças dos Andradas

2. Corpo sem nome

O dançarino entra e sai da sua morada. Ele, deliberadamente, mergulha em si mesmo, em sua concretude, com uma espécie de horrenda coragem, num ritmo que parece representar a doença, mais que a dança.

Quinta-feira, 21 de fevereiro, às 19h30

3. Não ela – experimento vênus pudica

As experiências encenadas na obra são consequências de uma sociedade patriarcal com todas as suas marcas e rachaduras. Histórias de mulheres que sangram, que lutam, que sobrevivem ou que morrem, constroem uma narrativa nada linear e mesclam-se com relatos da própria atriz.

Quinta-feira, 21 de fevereiro, 21 horas

4. Lágrima de Laura

Propõe trazer para a cena sentimentos de mulheres negras, que são reconhecidas em nossa sociedade como corpo, força, servidão e, portanto, desprovidas de sentimentos emoções, dores, tristezas.

Sexta-feira, 22 de fevereiro, às 19h30

www.juicysantos.com.br - Manufatura de monólogos

5. Resíduos

Em resumo, a obra propõe uma reflexão sobre o que deixamos nas pessoas e no mundo e o que o mundo e as pessoas deixam em nós.

Sexta-feira, 22 de fevereiro, 21 horas

6. Benjamin – O filho da felicidade

Benjamin de Oliveira – Negro, palhaço, ator, compositor, ensaiador, figurinista, autor, produtor – foi um dos criadores do circo-teatro brasileiro. O espetáculo apresenta a história do artista como ponto de partida para levantar questões relacionadas à afirmação da identidade negra no Brasil.

Sábado, 23 de fevereiro, às 18 horas

7. Cartas para satã

O espetáculo propõe um espaço de diálogo entre público e ator sobre o universo LGBTQ+. Além disso, também há uma reflexão sobre o lugar de pertencimento da personagem em relação à sua fé, suas crenças e sua subjetividade.

Sábado, 23 de fevereiro, às 19h30

8. Nostalgia do amor ausente

Baseado no conto homônimo do autor gaúcho, Walmor Santos, o espetáculo traz à tona a reflexão sobre a ausência do amor perdido.

Sábado, 23 de fevereiro, às 21 horas

9. A pena de Wilde

Apaixonado por Oscar Wilde desde a adolescência, quando vivia em Santos, um homem recebe o público para um chá, no intuito de abrir publicamente algo pessoal. Durante a conversa, revela como a carta que recebeu de Elizabeth II, Rainha da Inglaterra, mudou sua vida para sempre.

Domingo, 24 de fevereiro, às 18h

10. O suicídio mais bonito do mundo

O Suicídio Mais Bonito Do Mundo é um devaneio de realidades e ficções poéticas sobre mais um tabu instaurado na sociedade.

Domingo, 24 de fevereiro, às 19h30

11. Ato solitário

Trabalhando através dos conceitos de realidade e ficção, a peça registra o isolamento de um homem viciado em pornografia e o poder que a indústria pornográfica tem sobre ele.

Domingo, 24 de fevereiro, às 21 horas

Vai lá

Temos que ressaltar que, com exceção do primeiro título da lista, todas as apresentações acontecem no Sesc Santos. A entrada é gratuita, mas a distribuição dos ingressos acontece sempre a partir das 17 horas. Além disso, cada pessoa pode tirar apenas 2 entradas, ou seja, se a turma for grande, vai ser necessário responsabilizar mais de uma pessoa para essa tarefa.

Se você gostou do evento, já coloque na sua agenda. Também lembre-se de avisar aos amigos que gostam de teatro, pois o apoio do público é super importante.

O Sesc Santos fica na Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida.