Flávia Saad
Texto porFlávia Saad
38 anos - Santos (SP)

Férias no Aquário de Santos

Nestas férias de verão, o Aquário de Santos, que já é um ponto de visita obrigatório para famílias santistas e de fora, tem algumas atividades bem bacanas programadas.

Além de ver as atrações do mais antigo aquário do Brasil, é possível participar dos cursos de férias, alimentação do leão marinho e também de oficinas oferecidas pelo Museu do Café.

aquário2

O Aquário de Santos conta com 31 tanques, onde estão cerca de 200 espécies e aproximadamente 2 mil espécimes, desde pequenos invertebrados até mamíferos marinhos. Tem desde lagostim até tubarão!

O Aquário fica na Av. Bartolomeu de Gusmão, s/n, Ponta da Praia.

Cursos de férias no Aquário

São 26 opções de atividades, de 13 a 30 de janeiro, que envolvem palestra de diversos temas, incluindo Conhecendo as Conchas e Bastidores do Aquário. Haverá também oficinas de confecção de animais marinhos feitos com revista e a pintura de uma baleia em tamanho real.

As inscrições devem ser feitas no próprio local, com a doação de 1 pacote ou lata de leite em pó (no mínimo 400 gramas) para cada curso e documentos do participante e do responsável, no caso de menores de idade. Informações: (13) 3278 7830.

Museu do Café no Aquário

O Museu do Café preparou várias atividades bacanas para o público, mas dessa vez em um lugar diferente: o Aquário de Santos.

O projeto Museu do Café vai ao Aquário começa neste domingo (4 de janeiro) e acontece em todos os domingos do mês.

Nos dias 4 e 18, o Museu realiza, às 14h, a Oficina de Vitral, ação baseada na técnica de construção de vitrais e inspirada na obra de Benedicto Calixto, presente no edifício da Bolsa Oficial de Café. Logo na sequência, às 15h30, acontece a “Dica do Barista”, projeto em que os baristas do Centro de Preparação de Café (CPC) da instituição ensinam como se fazer um bom café em casa, além de apresentarem diferentes métodos de preparo e oferecerem degustações de café gourmet.

Já nos dias 11 e 25, as atividades propostas são diferentes. “Um dia de Calixto” acontece às 14h e também é uma ação baseada nas obras do pintor paulista Benedicto Calixto que estão presentes no Museu do Café, com o diferencial de que, aqui, os participantes são estimulados a conhecer mais os assuntos relacionados à arte e à história por meio da pintura com a borra do café. Às 15h30, educadores do equipamento cultural realizam a contação de A lenda “O porto e o peixe Café Torrado”, fábula que envolve a história do porto de Santos e o peixe “Café Torrado”, espécie marinha exposta no Aquário de Santos.

As inscrições para a Oficina de Vitral e para “Um dia de Calixto” podem ser feitas gratuitamente com os educadores do Museu do Café que estarão presentes no Aquário. As demais atividades não precisam de inscrições.

Programação de Férias – “Museu do Café vai ao Aquário”

Oficina de Vitral
Datas: 04 e 18/01
Horário: 14h
Local: Auditório do Aquário
Faixa-etária: Livre
Vagas: 10
Preço: Grátis
Inscrições gratuitas diretamente com os educadores do Museu presentes no local da atividade

Dica do Barista
Datas: 04 e 18/01
Horário: 15h30
Local: Saída do Aquário
Faixa-etária: Livre
Preço: Grátis

“Um dia de Calixto”
Datas: 11 e 25/01
Horário: 14h
Local: Auditório do Aquário
Faixa-etária: Livre
Vagas: 10
Preço: Grátis
Inscrições gratuitas diretamente com os educadores do Museu presentes no local da atividade

Contação de História – A lenda “O porto e o peixe Café Torrado”
Datas: 11 e 25/01
Horário: 15h30
Local: Auditório do Aquário
Faixa-etária: Livre
Preço: Grátis

Comida para o leão marinho

www.juicysantos.com.br - aquário de santos nas férias

Outra atividade diferente no Aquário de Santos é acompanhar a “hora do lanche” do leão-marinho Abaré Inti.

O público pode ver o animal comer todos os dias, sempre às 9h30, 11h30, 14h30 e 16h30. Os tratadores oferecem pescados e verificam as condições do leão-marinho, além de aproveitar esse momento para estimular Abaré Inti a nadar e exercitar-se, o que é muito importante para animais em cativeiro.

O leão-marinho responde a diversos comandos, como girar, dar tchau e até um beijo no rosto do tratador.