Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 23 anos - Santos

Cachorro na praia de Santos: pode ou não?

Quem passa o fim de semana em Santos encontra várias opções de hotel que aceita animais de estimação por aqui. Depois de fazer o check-in no hotel em Santos escolhido, o ritual é vestir o biquíni e ir para a praia, certo? Mas você trouxe o seu cachorrinho e, provavelmente, está vivendo um dilema comum entre os moradores da cidade: pode ter cachorro na praia?

Cachorro na praia em Santos

Cachorro na praia de Santos (1)Imagem: Reprodução/ Instagram @adonisespejo

Bom, se o seu intuito foi recriar a cena de Marley & Eu em que Marley se diverte no mar, junto a vários outros cachorros que brincam livremente, temos uma notícia não muito boa para te dar: isso não vai ser possível.

Em Santos, assim como em todas as cidades da Baixada Santista, os cachorros não são permitidos na praia. Cada cidade tem uma lei municipal para tratar do tema, mas todas dizem basicamente o mesmo: cachorros devem ficar no calçadão.

O que diz a lei sobre cachorro na praia em Santos

Falando especificamente sobre Santos, a lei 3531/1968 do Código de Posturas do Município de Santos diz que os pets não podem circular na faixa de areia da praia.

Mas, tem uma exceção: a não ser que estejam no colo de seus donos. O difícil é deixar os bichinhos parados o dia inteiro, né?

Ainda segundo lei, caso a Guarda Municipal encontre o seu cachorro solto, a multa que você vai ter que pagar é de R$ 321*.

Ou seja, Santos não é uma das praias que permitem cães em SP.

Mas por que não pode?

Em todas as cidades da Baixada Santista, a justificativa é a proteção dos banhistas contra doenças que possam ser transmitidas dos cachorros para os humanos. Cidades como o Rio de Janeiro e Florianópolis também usam do mesmo argumento.

Enquanto isso, cidades como Vancouver (no Canadá) e Califórnia (nos Estados Unidos) permitem o acesso livre dos cachorros em determinadas praias.

Segundo estudos, o pensamento utilizado na lei santista não é muito correto, uma vez que é mais provável que a contaminação por conta da sujeira do mar do que pela presença dos bichinhos de estimação. E, inclusive, são eles (pets) que podem ser contaminados por meio do contato com a água do mar.

www.juicysantos.com.br - cachorro na praia em Santos

Tem que como mudar?

Muitos moradores, ao saber que seus pets não são bem-vindos no mar, questionam uma forma de mudar a lei em questão. Isso é possível e, inclusive, em 2016 a Câmara de Santos recebeu um requerimento que sugere a regulamentação do uso do trecho do Deck do Pescador para atividades com cães.

No entanto, os anos se passaram e a lei continua a mesma e ainda não pode cachorro na praia de Santos 🙁

Cachorro na praia de Santos (2)Imagem: Reprodução/ Instagram @adonisespejo

Além disso, o próprio cachorro pode sofrer as consequências dessa visita, como relata essa matéria do Clube para Cachorros. O contato com a areia, a água salgada e o calor excessivo podem causar coceiras e lesões na pele do bichinho. Se ele mergulhar no mar e a água entrar no canal auditivo, também fica mais propenso a infecções nessa parte do corpo por conta do desenvolvimento de fungos e bactérias, assim como nós, humanos, temos otite. Os olhos dos animais são susceptíveis a conjuntivites, por conta da areia e dos raios solares. Ou seja, seu cachorro pode ficar com vermelhidão, lágrimas e coçando muito essa região.

Resumindo: seu cachorrinho não vai poder ir ficar na areia e no mar, mas para compensar vários restaurantes de Santos são pet friendly e estão prontos para recebê-lo!

*O valor da multa foi consultado em junho de 2018 e pode sofrer alterações.