Luiz Gomes Otero
Texto porLuiz Gomes Otero

Steve Perry retorna com Traces

O cantor e compositor Steve Perry, voz do grupo Journey nos anos 80 e 90, está de volta com um disco de canções inéditas.

Traces é o seu terceiro trabalho solo. E o primeiro lançado nos últimos 24 anos, desde o anterior, For The Love Of Strange Medicine.

Para quem não o conhece, vale lembrar que ele foi uma das vozes de destaque na constelação de astros no projeto USA For Africa, em 1985. Na ocasião, já era mais respeitados do rock – muito em função do seu privilegiado alcance vocal e pelas grandes performances ao vivo.

Steve Perry, 24 anos depois

Esse hiato de 24 anos entre os dois discos solo parece não ter afetado em nada as convicções de Steve Perry na música. As canções de Traces nos remetem justamente ao período fértil de sua carreira. Em alguns momentos, até soa como Journey, o que é perfeitamente aceitável. Mas somente como uma referência.

Em sua carreira solo ele sempre se preocupou em manter um pé mais firme no pop do que no mainstream. E isso se repete nesse novo álbum.

www.juicysantos.com.br - steve perryA forte carga emocional das letras reflete um período recente e difícil para o cantor, que perdeu a namorada, Kellie Nash (ela faleceu de câncer em 2012). Por isso, o disco só começou a ser produzido em 2015 e concluído neste ano, em 2018.

Ok, é preciso concordar que não há como separar a voz do hit Don’t Stop Believin’ do cara que canta essas canções novas. No entanto, se você ouvir com atenção, perceberá que o vocal continua o mesmo. E ainda capaz de produzir momentos de pura musicalidade, como nas baladas In The Rain e You Belong To Me.

Os três singles desse trabalho, No Erasin’, We’re Still Here e No More Cryin se revelam hits impecáveis. Além disso, servem como um cartão de visita de Steve Perry. Também gostei muito do riff de Sun Shines Gray, essa com uma pegada um pouco mais mainstream do que as demais faixas.

No final, temos um trabalho bem legal e que nos leva a questionar por que demorou tanto para ser produzido.

Espero que Steve Perry tenha voltado pra valer desta vez. E que ele continue trilhando esse caminho nos próximos anos.

Ouça os destaques de Traces, de Steve Perry