Texto porLudmilla Rossi
40 anos - Santos

Ruspô Capistrano, a nova e revigorada música santista

Clique aqui e confira também nosso tema da semana

Santos era tradicionalmente conhecida por exportar talentos das mais diversas áreas. Artes, música, esporte, tanto faz. Seja lá qual fosse o assunto, a cidade sempre foi referência em trazer novidades. Em tempos que a aura de vanguarda já faz parte do passado, existem projetos  que nos fazem sentir que ainda somos bons na coisa. Um destes projetos se chama Ruspo Sposati Ruspô Capistrano.

www.juicysantos.com.br - ruspo sposati

Direto do Marapé, a one man band do santista Ruy mescla texturas e sensações dos tempos gloriosos da cidade com a melancolia do presente, tão vezes incerto. Tempos de boca do lixo, cinemas, personagens da música e do teatro e de um Porto cosmopolita por vocação se chocam com um panorama de esperança e insegurança quanto ao que vem pela frente.

Com o uso de samples, barulhos do vinil pipocando na vitrola e letras reconfortantes, Ruspô busca referências do passado, apontando sempre para o futuro, ou talvez a atemporalidade. É difícil, e até injusto, fazer ponte com alguma época musical. Talvez Erasmo e suas ricas influências nos anos 70, o caribe, a soul music ou mesmo o samba. Mais do que isso, seria injusto.

Saiba mais no Facebook do Ruspo Sposati

Prestes a lançar seu EP virtual, Ruspô tem tudo para ser um dos novos expoentes da música santista. A música santista revigorada e que chegou a nova década mostrando que tem personalidade e muito para produzir. E quem sabe, trazer de novo um pouco-mesmo que por alguns minutos-, os gloriosos dias em que Santos ditou a moda e foi baluarte.

Acesse o soundcloud do projeto Ruspô Capistrano.

Texto por Raphael Morone