Juicy Santos
Texto porJuicy Santos
Santos

Rolling Stones – revisitando o blues em 2120 South Michigan Avenue

Em sua primeira passagem pelos Estados Unidos, na década de 60, os Rolling Stones decidiram realizar um sonho antigo: visitar os estúdios onde os mestres do blues gravaram seus clássicos. E nessa ocasião, realizaram uma série de gravações que acabaram não sendo aproveitadas pela sua gravadora na época.

Agora, essas preciosas sessões de estúdio estão de volta para o deleite dos fãs do grupo e aficcionados do rock. O disco 2120 South Michigan Avenue reúne canções que marcaram o início da carreiram além de uma série de releituras deliciosas de clássicos do blues, estilo musical que foi fundamental para a formação dos Stones.

Com sua primeira formação (Mick Jagger, Keith Richards, Charlie Watts, Bill Wyman e Brian Jones), a banda era ainda mais visceral, pura emoção. E, estando nos Estados Unidos, eles não poderiam deixar de prestar tributo ao blues.

O disco reúne 27 faixas, todas excelentes. A começar pelo clássico It´s All Over Now, passando por Chuck Berry (Around and Around) e vários clássicos do blues, como I Can´t Be Satisfied, Hi Heel Sneakers, Confessin The Blues e Empty Heart, entre outras menos conhecidas. A faixa que dá nome ao disco (2120 South Michigan Avenue) é um rock instrumental bem ao estilo dos anos 60

Do repertório próprio dos Stones, há Time Is On My Side (que possui três takes alternativos) e Satisfaction. O resto são canções que eles já haviam gravado de outros autores, That´s How Strong My Love Is (sucesso de Otis Redding) é um exemplo disso, assim como Little Red Rooster, de Howlin Wolf, um ídolo confesso da banda.

2120 South Michigan Avenue é um presente para quem curte a história do rock. Mostra uma das maiores bandas de todos os tempos em plena forma. Uma verdadeira aula de rock´n roll, um tributo emocionado e sincero dos então jovens ingleses ao blues, que norteou a carreira deles durante os anos 60.