Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

Final do Miss Bariátrica 2018 rola no Guarujá

Já ouviu falar do Miss Bariátrica 2018?

Pois a gente explica. No ano passado, o evento fez um tremendo sucesso em plena estreia e, agora, está de volta.

Em sua segunda edição no estado de São Paulo, o concurso busca promover um estilo de vida saudável, estimular a autoconfiança e a autoestima. Por isso, reúne a mulherada que realizou o procedimento cirúrgico com a meta de melhorar a saúde. 

Em uma noite emocionante, elas concorrem ao título de Miss Bariátrica 2018. Mas, acima de tudo, comemoram a mudança de condição de saúde.

www.juicysantos.com.br - miss bariátrica 2018Imagem: Divulgação/Edição 2017 do evento

Em 2017, o Miss Bariátrica foi em Santos. E, neste ano, a final do concurso acontece em Guarujá. Quem não se inscreveu pode assistir ao desfile, apoiar as modelos e, quem sabe, se inspirar na virada de página delas.

Antes de mais nada, anota na sua agenda para não esquecer. O evento está marcado pra domingo (24 de junho), das 19 às 22 horas, no Casa Grande Hotel. Os ingressos estão à venda online e custam R$ 40*.

O Miss Bariátrica São Paulo é uma promoção da Cape Eventos e conta com patrocínio da Clileal – Clínica Médica e Cirurgia Geral, WPS Pilates, Mary a Rigor, Everlast Energy Drink, Roseli Andrade Dermatologia, Maybelline e Eurofarma e apoio do Fundo Social de Solidariedade de Guarujá.

Um brinde as mudanças

Neste ano, o concurso teve 250 candidatas de todo o Brasil.

O critério utilizado para que a organização chegasse às finalistas foi o voto popular. No total, foram mais de 450 mil votos, número que faz o Miss Bariátrica ser considerado um dos maiores desse tipo no país. E então as 40 finalistas foram selecionadas.

“Me marcaram no Facebook e eu me inscrevi. Foi algo para me presentear e brindar tudo o que eu passei”, comenta a concorrente Milena da Silva.

Finalista com maior número de votos (25507), Milena é de Guarujá – assim como a maioria das participantes – e fez a cirurgia bariátrica há 1 ano e 7 meses. Ela participa do concurso com 70kg. Anteriormente, chegou a pesar 119 kg.

De acordo com ela, sua participação no concurso e da maioria das mulheres tem como objetivo comemorar uma meta alcançada. Os pacientes que buscam a cirurgia bariátrica precisam perder peso por questões de saúde.

“Eu cheguei a perder 11 quilos antes da cirurgia, mas machuquei o joelho e voltei a engordar. Tive depressão por conta disso”, comenta.

Após a cirurgia, Milena mudou a alimentação e pratica esportes todos os dias. Depois de 70 dias do procedimento, estava fazendo musculação. E, há 6 meses, pratica crossFit todos os dias. Além disso, ela afirma que participar do concurso é uma maneira de alertar outras mulheres sobre a importância de manter esse tipo de cuidados após a cirurgia.

Miss Bariátrica 2018

Imagem: Divulgação/Edição 2017 do evento

Além de Milena, o concurso tem mais 9 participantes de Santos, 6 de Guarujá, 3 de Praia Grande e outras duas cidades da Baixada Santista contam com uma concorrente cada. Vale dizer que o evento extrapolou os limites do Estado de São Paulo e também conta com mulheres do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul na final.

“Não é um simples concurso de beleza. A ideia do evento é despertar para a mudança nos hábitos e, consequentemente, na vida e na saúde dessas pessoas”, afirma o promotor do concurso, Júlio César Costa, da Cape Eventos.

Na grande final, as candidatas serão analisadas por uma comissão de jurados com a dura missão de definir as vencedoras. As três primeiras colocadas ganham prêmios e brindes oferecidos pelos patrocinadores.

Todas as concorrentes contam com a sua torcida no evento. E, mais do que isso, estão abertas a inspirar outras pessoas aos cuidados com a saúde – seja por meios cirúrgicos ou exercícios físicos e dieta.

Assista ao resumo da final do Miss Bariátrica 2017

Cirurgia bariátrica

Caso você queira entender o procedimento pelo qual as participantes passaram, vamos explicar um pouco sobre ele. Em resumo: ele é indicado a portadores de obesidade grave. Além disso, recorre-se à operação somente depois de esgotadas todas as possibilidades de perder peso com tratamentos clínicos ou dietéticos.

Os critérios de indicação para cirurgia bariátrica baseiam-se no Índice de Massa Corporal (IMC) e presença ou não de doenças associadas.

O Brasil é o segundo país no mundo que mais realiza operações deste tipo. Anualmente, existem 80 mil registros,  atrás apenas dos EUA. Mas, antes de pensar a respeito dessa transformação, procure um médico e tenha certeza que essa é a saída mais viável para a sua saúde.

* Valor de primeiro lote, válido até o dia 20 de junho. Após essa data valor dos ingressos sofre alteração.