11/09/2017 Por Juicy Santos Música, Para curtir

Sexy Jazzy traz seu cabaret ao Sesc Santos

A programação do Sesc Santos em setembro traz uma variedade de shows que se inspiram nas telonas para criar uma sonoridade e apresentação que emocione o espectador.

Então segura minha dica, porque são dois shows aos quais você, apreciador das artes, precisa comparecer: Sexy Jazzy e Quiero Ser Una Chica Almodóvar, com Wylmar Santos.

O espetáculo musical Sexy Jazzy desembarca na Baixada Santista nesta quinta-feira (14 de setembro), às 21 horas, em sessão única e gratuita, para te levar direto ao universo da Broadway, para um cabaré e muito glamour.

A inspiração para a montagem foi a obra Cabaret, espetáculo musical de 1966, e figuras como Betty Boop.

Leia uma pequena entrevista com Marcella Chiapina, guitarrista do grupo Sexy Jazzy.

Como surgiu a ideia de montar uma banda para reviver a atmosfera do começo do século passado?

A Sexy Jazzy iniciou-se em 2012. A princípio, era uma banda cover de Amy Winehouse. Depois, quisemos fazer um show mais diversificado e dançante, lançamos o ‘Feel The Groove’, que contempla clássicos do funk americano e soul music. Então, só em 2015, começamos a fazer os rascunhos do que hoje é o “Life is a Cabaret”, que será apresentado no Sesc Santos. Nossa ideia é trazer um espetáculo inovador com sucessos da época de ouro dos cabarés, com direito a figurinos e decoração.

Quando se inspira em outra linguagem artística, no caso de vocês o cinema, como foi mesclar essas artes, e conte sobre a pesquisa prévia para imergir nesse universo?

Houve uma grande pesquisa para esse espetáculo acontecer. Nosso tecladista e arranjador, Pedro Trindade, foi o maior responsável. Desde a ideia inicial até os arranjos e detalhes finais. Foi um processo demorado e bastante trabalhoso, começamos a trabalhar o show no meio de 2015 e apresentamos o primeiro em maio de 2016 – quase um ano de preparo!

A mescla das artes foi uma coisa muito interessante, pois queríamos criar um espetáculo diferenciado. No nosso show completo, contamos com uma atriz que faz as vezes de mestre de cerimônia e dançarinos.

Ter música em um seriado de TV muda a carreira? Como? (A versão de All Night Long fez parte da trilha sonora da série Verdades Secretas, na Globo)        

Sem dúvida, isso teve um grande impacto, pois fazer uma regravação tão bem sucedida de uma cantora como a Aretha Franklin foi algo honorável para nós.

Por ser uma série de uma emissora grande, acabamos ganhando uma visibilidade grande em mídias que até então não tínhamos conseguido alcançar.

Isso tudo foi muito positivo para a banda, não só no sentido da publicidade, mas principalmente por conseguir espalhar nossa música pelo Brasil e o mundo, o que é algo que nos felicita muito e nos dá força para continuar batalhando nesse ramo bastante delicado e difícil que é a arte.

Em todos os shows, é possível criar essa ambientação do cabaret? Conta um pouco pra gente sobre a cenografia e figurino.  

Sim, fazemos o possível para que cada show seja melhor que o anterior. Nós tentamos trazer ao espectador uma atmosfera que o transporte para o clima real do que seria um cabaré antigo.

Nosso palco é todo decorado, inclusive com móveis de época. Os figurinos foram todos pensados sob medida e baseados nas pesquisas que fizemos e nossa figurinista, Tânia Guarnieri (criadora do Donna Anita Ateliê), mergulhou conosco no clima e tirou do papel os planos e os tornou reais.  A iluminação do espetáculo também foi toda planejada, para criar um ambiente intimista e proporcionar ao público uma verdadeira experiência sensorial.

O que esperar do show no Sesc Santos?

Podem esperar muita música boa e se preparar para dançar! Estamos ansiosos (sim, a ansiedade em fazer este show é algo que ainda nos consome, pois é um trabalho que gostamos muito de realizar!) e garantimos aos nossos espectadores que terão uma noite incrível!

Senhoras e senhores, nosso respeitável público! Nesta quinta-feira, não lhes traremos um show, mas sim, os transportaremos para um espetáculo nunca antes visto, que os fará sentirem-se dentro de toda a magia do cabaré!

Logo menos, vai rolar entrevista com Wylmar Santos, sobre o projeto “Quiero ser una chica Almodóvar”.

Não esqueça

Sexy Jazzy
14 de setembro (quinta-feira), às 21 horas
Onde: Comedoria do Sesc Santos, Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida
Quanto: grátis

Quiero Ser Una Chica Almodóvar – com Wylmar Santos
2
3 de setembro (sábado), às 20 horas
Onde: Sesc Santos
Quanto: de R$ 6 a R$ 20

Por Sarah Mascarenhas, mãe da Letícia, fissurada nos Simpsons, Pottermaníaca, uma magrela de magrela, amante de desenhos animados, uma caipira do interior paulista que resolveu descer a serra há pouco tempo e apaixonada por cultura.

Se quiser me conhecer melhor, siga no Instagram @_sarah_mascarenhas, no Facebook ou no blog sarahcura.blogspot.com.br

By: Sarah Mascarenhas