17/04/2017 Por Victória Silva LGBTT, Teatro

Peça Bruta Flor traz reflexão sobre homofobia a Santos

Homofobia e aceitação da própria sexualidade são os temas centrais da peça Bruta Flor, com texto de Vitor de Oliveira e Carlos Fernando de Barros. Em Santos, a apresentação está marcada para o dia 27 de abril (quinta-feira), às 21 horas.

Na trama, os atores (Fabio Rhoden, Walquiria Ribeiro, Pedro Lemos, Erika Farias e Adriano Arbol) mergulharam em uma narrativa que trata da homofobia internalizada e suas possíveis consequências trágicas.

Assim, o espetáculo aborda o relacionamento de dois homens, Lucas e Miguel, que se encontram presos em um lugar desconhecido e começam a relembrar a trajetória deles, desde a adolescência.

bruta floreImagem: Divulgação

 “O texto inédito chegou em boa hora, porque eu queria muito falar sobre preconceitos e homofobia. A abordagem é profunda e há uma dose de espiritualidade. Soube de cara que era a peça que eu procurava e pela receptividade do público”, explica o diretor.

Ingressos

Se você se interessou pela temática e quer assistir à peça, precisa garantir a sua entrada o quanto antes.

Bruta Flor terá apenas uma sessão em Santos, no palco do Teatro Guarany, ou seja, os ingressos devem acabar rapidinho.

Para garantir o seu, é só acessar o site do Compre Ingressos ou ir diretamente ao ponto de venda físico (Shopping Miramar, Rua Euclides da Cunha, 21, Gonzaga). O valor da entrada é R$ 80.

Estudantes e idosos, com idade igual ou superior a 60 anos, têm direito à meia-entrada. Clientes Itaucard asseguram 50% de desconto (para o titular do cartão e na compra de um ingresso inteiro).

O Teatro Guarany fica na Praça dos Andradas, 100, Centro Histórico.