Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 25 anos - Santos

Dá para usar seu imposto de renda para ajudar entidades de Santos

  • 1
    Share

E aí, já declarou o imposto de renda?

Provavelmente não, né? O prazo de declaração começou no último dia 1º de março e, vamos combinar, esse é o tipo de coisa que quase ninguém faz no primeiro dia. Por isso, nós temos uma sugestão.

Usar o imposto de renda para ajudar entidades de Santos

Essa é uma ação muito simples, mas que vai fazer a diferença na vida de crianças e jovens de Santos.

Em resumo, o programa Destinação Criança em Santos permite que uma parcela do valor que você tem que pagar no Imposto de Renda seja destinado a um fundo que contempla projetos sociais da Cidade. Se você não fizer isso, a grana vai para o Tesouro Nacional.

Não vai ficar com você de qualquer forma. Então é melhor ajudar quem precisa, né? Para contribuir, basta clicar aqui e preencher o formulário.

www.juiicysantos.com.br - destinação criança como doar parte do seu imposto de renda para entidades em santos

Pessoas físicas podem contribuir com até 6% do Imposto de Renda. Já pessoas jurídicas conseguem doar até 1% do lucro real. De acordo com a divulgação, em 2020, cerca de R$ 1,5 milhão foi arrecadado e repassado a seis projetos da cidade.

“Pedimos a toda a sociedade que utiliza para incentivar os projetos regionais, precisamos recuperar os jovens e adolescentes que estão em situação de evasão escolar ou com outras dificuldades”, explica Edmir Nascimento, presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Conheça a Rede Elos, um projeto de Santos para transformar comunidades no Brasil

Ainda segundo informa, o recurso é usado com todo o rigor e critério e tudo é fiscalizado pelo Ministério Público.

Quem precisa declarar o IR

Se você tem dúvidas sobre se precisa ou não declarar, é bem simples de saber: seus rendimentos tributáveis foram iguais ou maiores que R$ 28.559,60 em 2020? Quem responder que sim, precisa declarar. Se a sua resposta for não, está liberado dessa obrigação.