Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

Filme sobre racismo infantil precisa da sua ajuda para acontecer

Você sabia que uma parcela de mulheres negras não se reconhece como tal aqui no Brasil?

Essa não identificação tem origem na infância, momento em que formamos a visão de nós mesmos. Um grupo de santistas decidiu dar voz a esse tema, por meio do curta-metragem ANA, produzido pelos jovens das Oficinas Querô.

O objetivo é dar representatividade à mulher negra, levantar questões como racismo e auto identificação.

Roteiristas - Nicolle Ferreira e Isabella RosaImagem: Divulgação

“Um dos nossos colegas presenciou uma criança que se desenhou como branca durante uma atividade. Decidimos produzir um filme a partir daí, mostrando o que vivem muitas pretas que não reconhecem ou reprimem a própria identidade, vítimas de racismo”, explica a diretora em capacitação, Vitória Felipe dos Santos.

Além da personagem-título, a outra protagonista é Jeannette, uma professora refugiada do Congo que trabalha como faxineira na escola de Ana e decide ajudar a menina na valorização de suas características.

Faça o projeto acontecer

A ideia desse pessoal é linda e necessária. Mas precisa da sua ajuda para sair do papel.

Para custear os gastos da pré-produção, a galera criou uma campanha de financiamento coletivo no site Kickante. O dinheiro arrecadado nessa etapa será usado para custear os gastos com transporte, pesquisa de elenco e arte, além de possíveis contratações de profissionais da área.

Como acontece em todo crowdfunding, quem ajuda tem recompensas que vão desde um par de convites para a estreia oficial do filme até descontos nos cursos de cinema oferecidos pelo Instituto de Cinema de São Paulo.

A campanha fica no ar até 7 de agosto e os valores podem ser pagos no cartão (em até 6x) ou à vista no boleto.

Faça a sua doação!

Para ficar por dentro de tudo o que é feito pelo pessoa das Oficinas Querô, curta a página no Facebook, siga o projeto no Instagram e acesse o site.

Vale falar que o Querô é um dos projetos sociais mais importantes da nossa região, oferecendo oportunidade e conhecimento para jovens de baixa renda por meio do audiovisual.