Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 23 anos - Santos

Santista Diego Higa está em Hyperdrive, nova série na Netflix

Clique aqui e confira também nosso tema da semana

Eis aqui mais uma série para você maratonar na Netflix: Hyperdrive.

É que, assim como Sintonia, essa novidade do streaming tem um talento santista no elenco. E nós estamos aqui para apoiar os santistas que ganham destaque por aí, né? Antes de mais nada, lembre-se desse nome: Diego Higa representa o Brasil no programa produzido nos Estados Unidos.

O que já sabemos sobre Hyperdrive

Em formato de reality show, Hyperdrive promete ser uma versão real de Velozes e Furiosos.

juicysantos.com.br - Diego HigaImagem: Reprodução/Matheus Riquetto Consul

Para isso, o seriado coloca em cena pilotos de todo o mundo. Em carros customizados, eles recebem a missão de testar seus limites na maior e mais cruel pista de obstáculos para automóveis já construída.

Esse foi o desafio aceito pelo santista que representa o país no time de pilotos.

Sobre Diego Higa

Quem acompanha as provas de velocidade tem certeza que o brasileiro vai mandar bem. Se você ainda não é fã de automobilismo, o Juicy te explica de onde vem essa certeza: atualmente, Higa, que tem apenas 22 anos, é tricampeão brasileiro de drift.

Para esclarecer o conceito: de acordo com a Wikipedia, drift (ou drifting) significa dirigir carros deslizando nas curvas e escapando a traseira, girar o volante para que as rodas dianteiras estejam sempre em uma direção oposta à curva. Ou seja, se o carro vira para a direita, a roda deve estar a esquerda, e vice-versa. O piloto controla o nível de derrapagem, fazendo o carro, literalmente, andar de lado.

De acordo com as memórias do piloto, o amor pela velocidade nasceu junto com ele. Afinal, trata-se de algo que já era uma paixão de seus pais. Exatamente por isso, a carreira começou ainda na infância em competições de BMX. Em seguida, a aventura passou para as pistas de kart e então chegou ao drift, modalidade na qual se destacou ainda nas primeiras competições.

E não se trata de puxar sardinha para santista, os números comprovam o que estamos falando. Em 2016, então com 19 anos, Diego foi campeão brasileiro da modalidade e desbancou pilotos experientes. No mesmo ano, conquistou o vice no mundial. Já anos dois anos seguintes, 2017 e 2018, confirmou seu domínio e manteve o lugar mais alto do pódio do Super Drift Brasil.

Vai entrar pra torcida?

Quem curte velocidade vai amar a série. Se você gosta de acompanhar santistas pelo mundo, também será um prato cheio.

Então, anote na sua agenda: a primeira temporada, com 10 episódios, já está no catálogo da Netflix.