Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

Santos no TODAS in-Rede, um incentivo a mulheres com deficiência

  • 1
    Share

Em dias tão monótonos como os estamos vivendo, uma boa notícia é sempre bem-vinda. Por isso, nós ficamos mega felizes de saber da participação de Santos no TODAS in-Rede.

Em resumo, esse programa estadual promove o empoderamento de mulheres com deficiência.

A participação da cidade tem como objetivo melhorar a autonomia e emancipar mulheres santistas com deficiência. E, desta forma, contribuir para a melhoria da qualidade de vida e inclusão social.

Como será a participação de Santos no TODAS in-Rede

De acordo com a divulgação, a assinatura do Protocolo de Intenções entre Governo do Estado e Município será na próxima terça-feira (14 de julho), às 18 horas. Feito isso, o programa começa a acontecer por aqui e, assim como em outras cidades, terá quatro pilares de atuação:

  • Trabalho, renda e autonomia financeira;
  • Exercício dos direitos afetivos, reprodutivos e sexuais;
  • Prevenção à violência;
  • Autoestima e empoderamento.

juicysantos.com.br - Santos no TODAS in-Rede Imagem: Reprodução/Unsplash

Entre outras coisas, estes eixos serão trabalhados através da capacitação de profissionais da Delegacia de Defesa da Mulher e da rede de proteção para atendimento às mulheres com deficiência vítimas de violência.

As aulas são ministradas por professores da Universidade Virtual de São Paulo (Univesp), na modalidade EAD. O conteúdo de aprendizagem abordará o contexto da mulher com deficiência, tipos de deficiência e suas especificidades, tipificação de violências contra a mulher com deficiência e instrumentalização e acessibilidade no atendimento.

Além disso, o projeto também conta com parcerias para o desenvolvimento do empreendedorismo e inclusão digital das mulheres com deficiência.

Fatecs e Etecs terão vestibular sem prova

Prestar o vestibular online se tornou a única saída para quem quer cursar o Ensino Superior neste ano em todo o país. Só que o formato, usado para as provas de meio de ano, acaba excluindo àqueles que não têm computador ou acesso à internet em casa. Por isso, o vestibular de meio de ano 2020 das Fatecs e Etecs não será assim.

Ambas as instituições vão considerar o histórico escolar dos candidatos.

Se acaso você quer começar uma graduação ainda em 2020, clique aqui e confira 🙂