Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

Vagas para médicos para combate ao COVID-19 em Santos

  • 1
    Share

O combate ao COVID-19 em Santos continua.

Para que isso seja feito com êxito, algumas medidas bem necessárias estão em vigor. Entre elas estão, por exemplo, um maior número de leitos e, consecutivamente, de médicos. Os leitos já foram resolvidos, mas o chamamento para médicos para combate ao COVID-19 em Santos continua.

Se você é um profissional de saúde, aqui está uma chance de trabalho.

www.juicysantos.com.br - santos tem vagas para médicos no combate ao coronavírus

Procura-se: aqui tem vagas médicos para combate ao COVID-19 em Santos

De acordo com a divulgação, a Prefeitura de Santos segue em busca de médicos interessados em atuar no enfrentamento à pandemia do COVID-19 na cidade até dia 21 de abril. O início do trabalho é imediato e em regime de plantão.

Os profissionais serão contratados como autônomos e vão atuar nas unidades de urgência e emergência, de acordo com as necessidades da secretaria, durante o período da pandemia. Ainda segundo as informações passadas pela administração municipal, a remuneração para o plantão de 12 horas é de R$ 1.200 (valor bruto).

Tem interesse? Então inscreva-se clicando aqui

Como já falamos, as inscrições seguem até o dia 21 de abril. A análise dos currículos acontece também na próxima semana. Serão avaliados o tempo de experiência e especialidade dos interessados. Em seguida, há as entrevistas, através de videoconferência, e a entrega da documentação – totalmente feita online. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail [email protected].

Alunos de Medicina também podem ajudar

Além de médicos com experiência profissional, também existe a oportunidade para estudantes de Medicina, Enfermagem, Farmácia e Fisioterapia. Em resumo, os alunos convocados vão atuar em unidades de Atenção Primária à Saúde, unidades de Pronto Atendimento e estabelecimentos da rede hospitalar que atendam ao Sistema Único de Saúde. O trabalho acontece por meio do estágio curricular obrigatório.

O pagamento de R$ 1.045, para uma carga horária de 40 horas semanais. Além disso, os participantes recebem 10% de pontuação no ingresso nos programas de residência promovidos pelo Ministério da Saúde em um período de dois anos.

Para saber mais é só clicar aqui 🙂