Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

Saque do FGTS para vítimas de deslizamentos em Santos

Antes de a quarentena começar, Santos (e toda a região) passaram por um problemão: as chuvas do dia 2 de março. Aliás, os deslizamentos e enchentes causadas por ela.

Logo em seguida, o isolamento social começou.

Os moradores de Santos afetados pelo ocorrido têm, agora, uma boa notícia: foi liberado o saque do FGTS para vítimas de deslizamentos em Santos. O benefício, previsto em lei federal para vítimas de desastres naturais, vale para quem teve o endereço vistoriado e catalogado pela Defesa Civil, Cohab e Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds).

juicysantos.com.br - FGTS para vítimas de deslizamentos em Santos

É o seu caso? Conhece alguém nessa situação? Então confira como conseguir o dinheiro.

Saque do FGTS para vítimas de deslizamentos em Santos

Antes de mais nada, vamos lembrar: o saque deve ser feito até o dia 3 de junho.

De acordo com a divulgação, cerca de 400 pessoas residentes em morros e outras regiões atingidas pelos deslizamentos têm direito ao saque.

“As pessoas que têm direito são munícipes que moravam nos endereços identificados como atingidos pelos deslizamentos, que já recebem o aluguel social e que possuam saldo depositado na conta vinculada ao FGTS”, explicou Rodrigo de Azevedo, coordenador da Cadoj.

Ainda segundo ele, o valor máximo é de R$ R$ 6.220,00.

Os interessados precisam fazer um agendamento pela Coordenadoria de Assistência Judiciária Gratuita e Orientação Jurídica ao Cidadão (Cadoj). Para isso, basta mandar um e-mail para [email protected]. O órgão fica responsável por entrar em contato com a Caixa e marcar a retirada – que será na agência da Av. São Francisco, 164, Centro.

Na data marcada, é necessário ter em mãos:

  • Comprovante de residência em seu nome, que confirme a moradia nas áreas afetadas e catalogadas;
  • Carteira de identidade;
  • Carteira de trabalho.

Além disso, também dá para o próprio morador realizar o pedido de saque por meio do aplicativo FGTS. Neste caso, é necessário digitalizar os documentos solicitados.