Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

A Unimed nasceu em Santos e hoje é a maior cooperativa médica do mundo

  • 1
    Share

O dia 18 de dezembro de 1967 caiu numa segunda-feira de sol em Santos.

E esse foi o dia escolhido por um grupo de 23 médicos santistas para assinar a ata de fundação da Unimed. Sim, o maior plano de saúde do Brasil começou sua história aqui na cidade há 5 décadas.

E foi com o pioneirismo típico de Santos

Em meio a tempos turbulentos, a população assistia dois fenômenos acontecerem. De um lado, a desestabilização do serviço público de saúde e, do outro, a mercantilização de algo tão essencial. No ano em que surgiu o Tropicalismo, artistas inovaram na cultura do país e, em paralelo, em Santos a Unimed inovou o acesso à saúde também.

juicysantos.com.br - unimed santos

Pois, para quem não sabe, desde o início o objetivo era criar uma cooperativa de médicos.

José Luiz Camargo Barbosa, hoje com 91 anos, foi o primeiro presidente da Unimed Santos. E ele relembra daqueles tempos de idealismo, ousadia e o arrojo.

“Sentíamos e temíamos que fossemos absorvidos pela medicina mercantilista. Não era a medicina que havíamos aprendido na faculdade e que estávamos acostumados a exercer”, explica. “Tínhamos que fazer algo, mas não poderia ser uma outra empresa semelhante, imitando essas que rejeitávamos”.

Assim nasceu a ideia de trazer o conceito de cooperativa de trabalho, já conhecido no Porto de Santos, para as atividades médicas.

juicysantos.com.br - unimed santosImagem: Reprodução (na foto: Dr. Edmundo Castilho, fundador da Unimed Santos, à esquerda, com Manoel Paulo de Andrade e Dr. Joaquim Chicarino, em uma assinatura de contrato, em 1972) 

Em resumo, o modelo imaginado pelo grupo que se reuniu em pleno domingo tinha atuação de forma igualitária. Ou seja, todos seriam donos da empresa e receberiam de acordo com suas produções. Além disso, a ênfase seria para a qualidade do trabalho, e não para o lucro.

Hoje a Unimed é a maior cooperativa da área da saúde do mundo

Além do icônico casarão verde da Av. Ana Costa, 430, no Gonzaga, cenário de memórias que fazem parte da vida de quem vive em Santos e em outras cidades da região, a Unimed está em 84% do território nacional (mais de 5 mil cidades).

juicysantos.com.br - unimed santosImagem: Reprodução

Atualmente, reúne 345 cooperativas médicas e 116 mil médicos cooperados.

Com isso, nada menos do que 17 milhões de brasileiros estão sob os cuidados da organização que começou sua história aqui em Santos. Esse crescimento, aliás, se deve a dois fatores: à qualidade do serviço prestado e também ao amor dos médicos envolvidos.

“Era uma situação inédita. Destes médicos, todos defendiam a mesma ideia, mas havia um que, com seu entusiasmo, nos puxava como uma locomotiva: o Dr. Castilho”.

Barbosa faz referência ao médico ginecologista Edmundo Castilho, que, após se engajar na fundação da Unimed Santos, começou a viajar pelo estado de São Paulo e depois por todo o Brasil, divulgando o cooperativismo de trabalho médico.

Tamanho empenho garantiu que, em 8 anos de trabalho, em 1975, além da Unimed Santos, já existissem outras várias singulares Unimed atuantes. Por isso, foi criada a Confederação Nacional das Cooperativas Médicas – Unimed do Brasil. Desde então, essa é a entidade máxima do Sistema Unimed, que congrega todas as federações e singulares.

A Unimed Santos segue fazendo história

Cinco décadas depois, a Unimed Santos segue evoluindo.

Presente em todas as cidades da Baixada Santista – além de Pedro de Toledo e Itariri, no Vale do Ribeira – a organização é Top of Mind, na categoria plano de saúde, há 17 anos consecutivos. Em outras palavras, desde que se instituiu a premiação.

A presença digital é forte. Seja no Instagram, Facebook, Twitter ou no aplicativo próprio. Além disso, o casarão verde segue intacto e, em breve, a cooperativa entregará um novo Centro Médico aqui na cidade. De acordo com a divulgação, o prédio de sete andares será a maior obra de toda a sua história. No edifício, os pacientes vão encontrar:

  • Pronto-atendimento;
  • Serviços laboratoriais e de imagem;
  • Reabilitação física;
  • Centro de infusão;
  • E outros recursos médicos de ponta.

“Um dos diferenciais vai ser o hospital-dia, com três centros cirúrgicos”, informa o médico Claudino Guerra Zenaide, que preside a Unimed Santos nos dias de hoje.

“Nosso Centro Médico é um marco e símbolo do nosso compromisso com clientes e médicos cooperados”.

Quanto ao sobrado verde, pode ficar despreocupado, seguirá funcionando. Pois mesmo com de toda a modernidade, a Unimed Santos valoriza o passado e fez questão de preservar o sobrado, que ainda tem sua arquitetura original e é morada de tantas lembranças.

Conta pra gente: qual a sua maior memória envolvendo o sobrado da Unimed Santos?