Ludmilla Rossi
Texto porLudmilla Rossi
37 anos - Santos

Trólebus em Santos: 50 anos de circulação

Eles foram repaginados e estão levando outra cara para as ruas de Santos, mas, apesar disso, nesse ano eles completam 50 anos em atividade. Os trólebus, veículos que funcionam à base de energia elétrica, foram importados da Itália e vieram de navio no ano de 1963, com a intenção de reforçar o transporte público na cidade, que até então era feito principalmente pelos bondes.

Carregando uma grande bagagem cultural da historia santista, os primeiros trólebus em Santos (carros da linha 5) foram inaugurados no dia 12 de agosto de 63, apresentados pelo então prefeito José Gomes e recebidos com muita festa por centenas de cidadãos da Baixada Santista, que estavam curiosos para conferir a novidade.

Foto histórica: Trólebus em Santos

Apesar da comemoração por sua chegada, os trólebus demoraram a sair pelas ruas por conta de um detalhe: vieram sem seus pneus. Nessa época o Brasil ainda não produzia peças como essas para veículos grandes, então foi preciso fazer outra encomenda e esperar mais algum tempo para vê-los na ativa.

Com a chegada dos trólebus, Santos passou ser uma das poucas cidades da América Latina que contavam com mais de duas alternativas para o transporte público. O orgulho por ter equipamentos como esses circulando por nossas ruas era tanto, que existe a lenda que alguns trólebus eram lavados com xampu por seus funcionários, devido ao tamanho cuidado e apreço que se tinha por eles.

Com linhas que cruzavam praticamente toda a cidade, rapidamente o uso desses veículos viraram rotina para a população santista. A linha mais famosa é a 20, além de ser a única em operação atualmente, ela ganhou destaque na época por ser bastante solicitada pelos usuários e ser muito útil ligando o centro da cidade com o bairro do Gonzaga.

Confira o post do leitor: Os resistentes trólebus de Santos

Apesar de irritar alguns dos usuários por conta de suas eventuais paradas quando as alavancas de energia saíam dos fios condutores, poucas reclamações foram registradas e até hoje trazem benefícios para a cidade. Além de suas peças serem bastante resistentes e de fácil manutenção, os cinquentões dos trólebus são sustentáveis e não agridem ao meio ambiente.

Hoje, Santos conta com 6 trólebus em atividade, recebendo o posto de atração turística itinerante e levando história para todos os moradores da cidade.