Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

5 curiosidades sobre Santos que talvez você não conheça

  • 1
    Share

Para muitas pessoas, Santos significa praia, sol e verão.

Mas nem só de marquinha de biquíni vivem os santistas e você bem sabe disso, né? De todo modo, talvez alguns dos fatos super interessantes da cidade tenham passado despercebidos por você. Só para ilustrar: você sabia que o presidente Getúlio Vargas esteve na cidade na inauguração do Aquário? E que o primeiro estúdio de tatuagem do Brasil foi em Santos?

Pois é, a história de Santos tem várias curiosidades que rendem assunto o ano todo. Mas essa aqui pretende comemorar os 474 anos da cidade. Então a gente vai relembrar algumas delas.

www.juicysantos.com.br - curiosidades sobre santos

Curiosidades sobre Santos que você talvez desconheça

1. Uma voltinha de avião na praia de Santos

Se você acha que o auge da modernidade são os patinetes espalhados pela cidade, saiba que, nos anos 1950, aviões davam rasante na nossa orla. Aliás, aviões, não: era um avião só. Mas tudo bem, né? Continua sendo curioso.

O hidroavião ficava parado na faixa de areia da Ponta da Praia, mais ou menos em frente ao Aquário, em 1958. O avião pertencia ao capitão-aviador Herbert Cukurs. O cara veio da Letônia, fugido por conta da II Guerra Mundial, e chegou em Santos após uma estada no Rio de Janeiro. Ele fazia um voo panorâmico com quem tinha grana para arcar o passeio, mas a maioria dos santistas ficava observando o avião na areia mesmo.

Bônus: esse mesmo cara trouxe os esquis aquáticos para o Brasil e inventou os pedalinhos.

Depois de um tempo, ele se mudou de Santos. Com o pedido de naturalização negado, acabou indo embora para o Uruguai – onde foi encontrado morto de forma brutal.

2. O vulcão do Macuco

Por pouco, Santos não se tornou uma dessas cidade onde é possível nadar em águas quentes por conta de um vulcão extinto. Só não deu certo por uma razão: o vulcão do Macuco foi a primeira fake news santista.

Em 1896, a comissão sanitária estava fazendo escavações em Santos e surgiu a notícia: tinham encontrado um vulcão no Macuco. Corria o boato de que o buraco vomitava lama e fumaça. Além disso, também falava-se sobre labaredas de fogo de cerca de 10 metros de altura.

Uma multidão foi conferir o que estava acontecendo e, de acordo com registro, teve até quem fosse vender bebidas e salgadinhos para a galera. Meses depois, a história literalmente esfriou e o tal vulcão era só um poço artesiano.

3. A caipirinha é, na verdade, caiçarinha

Se a história anterior fosse nos dias de hoje, uma coisa é certa: alguém ia montar um truck com chopp e outros drinks para a multidão. Pois, vamos combinar, santista não dispensa uma bebida, né? E isso é assim faz tempo, pois o drink mais brasileiro de todos, ou seja, a caipirinha, nasceu em terras santistas!

Segundo pesquisas, o drink surgiu no fim da década de 50 – pois, antes disso, não tínhamos geladeiras por aqui e, consecutivamente, faltava um ingrediente bem importante: o gelo. Já que Santos abrigava o primeiro engenho de açúcar brasileiro, que ficava no Morro da Nova Cintra, a lista de ingredientes era bem acessível e a criação aconteceu em um barzinho da cidade.

4. Show dos Menudos na Vila Belmiro

Atualmente, as atrações internacionais trazem suas turnês para São Paulo e Rio de Janeiro. Mas não foi sempre assim. Em 1985, por exemplo, rolou um show dos Menudos em Santos.

O grupo de Porto Rico se apresentou na Vila Belmiro e foi uma euforia só.

5. O último show do Legião Urbana foi em Santos

Também no quesito shows, vale lembrar que o último show da Legião Urbana com a sua formação original aconteceu por aqui em 1995.

A apresentação aconteceu na saudosa Reggae Night e é uma memória que muitos santistas guardam no coração. Teve gente que passou mal, por conta da lotação, e outros que nem conseguiram entrar. A grande dúvida permanece: quem jogou a latinha de cerveja que fez Renato Russo encerrar o show na metade?

Bônus: Como são feitas as muretas de Santos

A lista de fatos curiosos sobre Santos poderia continuar em vários outros tópicos. Mas nós vamos encerrar falando sobre as muretas de Santos. Todo mundo sabe que elas são o símbolo da cidade, que emolduram fotos lindas e já foram eternizadas na forma de tatuagem algumas vezes.

Mas você sabe como elas surgiram? 

A primeira mureta apareceu num cenário bem caótico: de um lado, a quebra da bolsa de Nova Iorque e, do outro, o início da II Guerra Mundial. Em Santos, ambos os acontecimentos afetaram a vida da cidade, causando uma queda no movimento do porto e a decadência do comércio do café. Era preciso se reinventar e esse novo caminho passava pelo turismo.

Foi nesse contexto que as muretas nasceram. Mas não para embelezar a orla, a ideia era segurar a maré na Ponta da Praia.

Ficou curioso? Então clique e descubra a história completa por trás das muretas de Santos.