Flávia Saad
Texto porFlávia Saad
37 anos - Santos (SP)

Morar em Santos: Tiago revela seu amor pela cidade na fotografia

O Instagram do Juicy Santos nos ajuda a olhar a cidade com os olhos de todo mundo que envia suas fotos pra gente.

E é super legal perceber como todas as visões se misturam, se cruzam e se espalham por aí a cada hashtag marcada.

Um dos fotógrafos que nós conhecemos nessa rede social e que nos surpreende com seus cliques é o Tiago Cardeal.

Hoje, ele conta sua história para a nossa série Morar em Santos. E compartilha como veio parar aqui e o que mais o encanta na cidade – e acaba virando material para suas fotos.

www.juicysantos.com.br - rua xv de novembro portiago cardeal

Cardeal tem 39 anos e, além de fotógrafo, trabalha como coordenador administrativo. Veio morar em Santos de Sorocaba (SP) em 2002, para fazer faculdade.

Ele começou a fotografar há cerca de 3 anos e, com isso, descobre a beleza em cada esquina da cidade.

Santos é muito fotogênica. Tem mar, tem porto, tem morros, tem centro antigo, tem cidade moderna. É uma cidade incrível, mas acho que pode ficar ainda melhor, se for melhor administrada. 

www.juicysantos.com.br - morar em santos a história do fotógrafo tiago cardeal

Morar em Santos: a história do Tiago Cardeal

Como você chegou a Santos? Veio morar em Santos por algum motivo especial?

Eu sou de Sorocaba (SP). E, como toda criança do interior, sempre vinha para a praia nas férias. Na verdade, era mais para Mongaguá. Mas, às vezes, vinha a Santos também. Meus avós paternos sempre amaram e vieram para Santos. Eles se mudaram para cá quando eu tinha 10 anos, aí comecei a vir sempre. Quando eu tinha 23 anos, resolvi me mudar para Santos para fazer faculdade de turismo na Unimonte (atual São Judas Unimonte).

Então, no final de 2002, me mudei. Abandonei a faculdade mas nunca mais fui embora da cidade. Apesar de ter meus avós morando aqui, nunca morei com eles, sempre sozinho. Primeiro alugando quartos, depois kitnet. Minha primeira impressão da cidade foi ótima, como permanece até hoje. Fiquei encantado (apesar de já ter vindo antes), pois é uma cidade grande com praia, era tudo que eu queria. Passei muitas dificuldades no começo. Mas sabia que era tudo passageiro, então insisti.

www.juicysantos.com.br - foto: tiago cardeal

O que falta aqui em Santos, na sua opinião?

Não falta nada. Tem praia, tem porto, tem centro histórico, tem cidade moderna, tem morros. Pra um fotógrafo, é um prato cheio.

Ao mesmo tempo, é uma cidade geograficamente pequena e relativamente segura. Podemos ir de um extremo ao outro de bike. Não sinto falta nenhuma de carro morando aqui. Minha habilitação venceu há mais de 6 anos e nunca precisei renovar. Os eventos culturais no Centro são incríveis, os bares também. Acho que falta um pouco de rock, mas os que tem são bem maneiros!

Como foi seu processo de mudança para Santos?

Isso não foi muito complicado. Talvez porque eu não conhecesse a cidade muito bem, para mim qualquer lugar estava ótimo. E hoje vejo que o primeiro lugar que morei era bem localizado mesmo, um quarto alugado na quadra da praia, perto do canal 5. Pedi informações para meus avós, qual localização seria mais fácil ter condução para ir à faculdade.

E rolou alguma mudança no seu estilo de vida vindo morar em Santos?

Acredito que sim, na questão da locomoção. Lá em Sorocaba, para ir de um lugar ao outro, você precisa ter um carro, você precisa saber para onde vai. Aqui não, aqui posso sair para caminhar na praia, ou na cidade mesmo. Por ser plana, dá para caminhar a vontade, Isso cria um estilo de vida mais saudável e mais prazeroso ao sair de casa.

O jeito das pessoas também é meio diferente, aqui as pessoas são mais “extrovertidas, sinceras, reclamonas, barulhentas”. Nesse sentido, acho que ainda tenho o jeito do interior. *risos*

O que mais te encanta em morar em Santos?

A sensação que ela me causa. Essa sensação de prazer ao caminhar, ao sentir a brisa, ao pedalar, a segurança. Gosto muito de andar, refletir, fotografar, estar próximo da natureza e da cidade ao mesmo tempo.

E o que você não gosta muito quando se fala em viver em Santos?

A “decepção”, na verdade, não é com a cidade, mas sim com o calor. Eu amo o verão, mas este ano de 2019 foi insuportável.

Me causa até mau humor esse extremo. O custo de vida é bem alto também, mas isso é compreensível.

Qual foi a maior descoberta que você fez morando aqui?

Que a vida simples pode ser incrível. Que você pode não ter dinheiro para sair, mas uma caminhada na praia faz muito bem. Que posso ter uma vida mais saudável pedalando pela cidade, indo até as cidades vizinhas de bike, que estar perto do mar faz mais bem para nós, do que eu supunha.

www.juicysantos.com.br - morar em santos a história do fotógrafo tiago cardeal

Quais os lugares que mais ama aqui?

Difícil essa pergunta, são tantos. Adoro o Quebra Mar para refletir. Amo rodar essa ciclovia toda, pedalar por toda a cidade. Gosto muito de ficar na areia da praia, sem fazer nada. Amo ficar no meu apartamento olhando a cidade pela janela. Adoro o Morro da Asa Delta, a Ponta da Praia… Acho que tudo. Se algum dia por motivos profissionais eu tiver que me mudar daqui, sei que vou sentir bastante.

Leia outros depoimentos de pessoas que vieram morar em Santos

Uma família de 6 que veio morar na praia
Natasha se mudou do RJ para Santos
E mais 10 coisas que você precisa saber se for mudar para Santos