Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 23 anos - Santos

Ilha da Madeira: a natureza intocada em Portugal

A Ilha da Madeira conquistou os corações e se torna cada vez mais popular entre viajantes do mundo todo e, por isso, pode ser um ótimo destino para a sua próxima viagem internacional. Principalmente se você é o tipo de turista que busca por atrações como, por exemplo:

  • Praias paradisíacas
  • Piscinas naturais
  • Mirantes com paisagens lindas
  • Jardins cheios de cores e espécimes diferentes
  • Montanhas
  • Arquitetura

Afinal, o arquipélago – considerado o melhor destino insular do mundo em 2015 e 2016, segundo o World Travel Awards, tem tudo isso e muito mais.

Sobre a Ilha da Madeira

O destino fica em Portugal e é conhecido em todo mundo por sua natureza intocada. Entre os turistas brasileiros, às vezes, surge uma comparação com a incrível Fernando de Noronha. Então, já dá para imaginar que o arquipélago vai surpreender e provavelmente entrar para a sua lista de lugares preferidos no mundo.

Só para te situar: Madeira tem uma ilha maior (Madeira) e outras menores. Fica a 1.000 km de Lisboa e 700 km do Marrocos. Ou seja, dá para passar alguns dias por lá e, depois, escolher uma das duas cidades para conhecer também. A nossa primeira dica é: faça isso, mas não reserve poucos dias para a ilha. Vários turistas cometem o erro de passar só 3 dias por lá e não conseguem ver tudo o que desejam. Então reserve, pelo menos, 5 dias no hotel.

Mas, por que todo esse sucesso? Bom, são 741 quilômetros quadrados de ilha e uma posição geográfica privilegiada. Além disso, há o clima ameno e cenários fantásticos, como a floresta Laurissilva, as praias douradas do Porto Santo e as diversas reservas naturais.

Para ficar mais fácil de entender, olha o azul desse mar:

www.juicysantos.com.br - lha da MadeiraImagem: Divulgação

Isso acontece graças ao fato de a ilha estar situada em meio ao Oceano Atlântico.

De origem vulcânica, por lá ainda é possível conhecer a vegetação Laurissilva, nomeada Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco. Vale dizer que você vai encontrar ótimos restaurantes por lá e deve provar os premiados vinhos madeirenses.

5 reservas naturais da Ilha da Madeira para o seu roteiro

1. Garajau

Os turistas podem chegar à praia por um teleférico e lá vão encontrar águas calmas e cristalinas. Se acaso você mergulha, vai pirar com a possibilidade de apreciar a vida marinha – inclusive arraias e peixes de grande porte habituados a conviver com os mergulhadores.

2. Ponta de S. Lourenço

Está é a península mais a leste da Ilha da Madeira. Para curtir esta reserva, é preciso se aventurar por uma trilha de caminhada, com duração de cerca de duas horas e meia. No caminho, dá pra observar animais como gaivotas, lobos-marinhos e pintassilgos. Para os menos aventureiros, também existe um acesso por barco.

3. Rocha do Navio

Uma reserva exclusivamente marinha, é possível chegar através de trilha ou ainda por teleférico. No destino, ficam duas praias e é permitido nadar. E mais ainda: o local é um dos cenários mais belos da costa norte da Ilha da Madeira.

4. Ilhas Desertas

O último refúgio atlântico para a foca monge, a foca mais rara do mundo. Há excursões que chegam até lá, em  passeios de barco que terminam em uma baía de águas cristalinas onde se pode nadar, fazer snorkeling e relaxar.

5. Ilhas Selvagens

Um pouco mais distante da ilha principal, essa é uma das mais antigas reservas naturais de Portugal. Além disso, o destino é considerado um santuário de aves, pois possui 273 hectares de paisagens agrestes rodeadas por uma extensa barreira de corais. Mas atenção: o acesso é restrito, ou seja, visitantes precisam solicitar uma autorização especial do Parque Natural da Madeira.

  • www.juicysantos.com.br - Ilha da Madeira

Outros pontos turísticos para conhecer na Ilha da Madeira

Está achando que apenas esses locais vão estar no seu roteiro? Calma, ainda tem muitos pontos turísticos para conhecer na Ilha da Madeira. Afinal, o destino é cheio de atrações e algumas delas são igualmente imperdíveis. Por isso, coloque na sua lista:

  • Casino da Madeira;
  • Jardim Botânico da Madeira;
  • Museu CR7 (do jogador Cristiano Ronaldo, o filho mais famoso da ilha);
  • Museu da Baleia da Madeira;
  • Museu da Madeira Wine Company;
  • Museu de Arte Sacra do Funchal;
  • Parque Temático da Madeira;
  • Sé;
  • Teleférico do Jardim Botânico;
  • Zona Velha;

Quando ir à Ilha da Madeira

O verão em Portugal acontece entre junho e setembro, por isso, essa é a época em que você vai conseguir mais bronzeado. No entanto, a primavera (março, abril, maio e parte de junho) também representa um bom momento e tem pouca chuva. De todo modo, há sempre algo para fazer na Ilha da Madeira, não importa a estação.

Durante o inverno, por exemplo, acontecem várias festas e as paisagens continuam lindas. Vale dizer que a festa de Réveillon da ilha é a maior de Portugal.

Especialmente, lembre-se que, na primavera, há sol, mas não igual no Brasil. Então pode ser que você não consiga mergulhar, por exemplo. Por outro lado, assim como acontece aqui, este é um período com fluxo menor de turistas e melhores preços na rede hoteleira.

Como chegar à Ilha da Madeira

É possível ir de avião ou de navio de cruzeiro. Durante o verão, existem opções de voos de todo o mundo para a Ilha da Madeira, especialmente de países da Europa. Então, pode ser necessário fazer escala em Lisboa ou outra cidade. Várias empresas que comercializam cruzeiros pela Europa têm a Ilha da Madeira nas suas rotas.

Documentos necessários para embarcar para Portugal

Para melhorar ainda mais essa viagem: brasileiros não precisam de visto para ir a Portugal, desde a estadia seja de, no máximo, 90 dias e a motivação da viagem seja turismo, negócios, cobertura jornalística ou missão cultural. Então, basicamente você só vai precisar de um passaporte com validade superior a 3 meses. Além disso, é importante ter em mãos:

  • Passagens de volta;
  • Comprovante  da reserva no hotel ou local onde vai se hospedar;
  • Documento que prova o vínculo laboral ou atividade profissional no Brasil;
  • Dinheiro para arcar com os cursos dentro do país. A imigração exige 75 euros por cada entrada no país + 40 euros por cada dia de permanência. Só para exemplificar: para 15 dias em Portugal, leve 675 euros.

Todas as informações sobre a documentação ficam disponíveis no site do consulado de Portugal.

É só reunir os documentos e ir curtir a Ilha da Madeira com todo o estilo que você tem direito 🙂