Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 23 anos - Santos

Programe-se: tem Festival de Fotografia de Paranapiacaba em setembro

É apaixonado por pegar a estrada e por fotografia? Então o Festival de Fotografia de Paranapiacaba deve estar nos seus planos de setembro. Afinal, essa é uma oportunidade incrível de unir as duas paixões em um fim de semana com um rolê pertinho de Santos.

Essa é a primeira edição do evento. Mas, pela programação dá para saber que logo deve virar tradição.

Por isso, já anota aí a data: será nos dias 15 e 16 de setembro na vila de Paranapiacaba.

Festival de Fotografia de Paranapiacaba

www.juicysantos.com.br - Festival de fotografia de ParanapiacabaImagem: Reprodução

Em dois dias de evento, acontecem palestras, oficinas, brechó fotográfico, exposições e, claro, oportunidade para fazer muitas fotos.

De acordo com os organizadores, toda a programação tem o intuito de favorecer colaborações democráticas, discutir e compartilhar a memória, o patrimônio, a educação, a inclusão, os direitos humanos, o afeto, a empatia, a sustentabilidade, a cidade criativa e educadora, a alfabetização visual, a arte e a cultura.

Para isso, vários profissionais de peso já confirmaram presença no evento como, por exemplo:

  • Bebete Viégas
  • Denise Camargo
  • Ed Viggiani
  • Eder Chiodetto
  • Paulo Fehlauer
  • Valdemir Cunha
  • André Penteado
  • Coletivo Amapoa
  • Lucas Lenci

Os convidados serão responsáveis pelas oficinas que acontecem sábado e domingo. A boa notícia é que todas têm apenas um dia de duração, ou seja, não é necessário ficar por lá ou subir nos dois dias. As inscrições para qualquer oficina custam R$ 280.

Confira todos os detalhes sobre as oficinas e inscreva-se

Além disso, vai rolar uma boa oportunidade das fotos dos participantes comporem uma das exposições. O tema é Direitos Básicos Fundamentais de Todos e a taxa de inscrição sai por R$ 60.

O que tem em Paranapiacaba

Caso você não conheça a Vila de Paranapiacaba, essa é mais uma razão para conferir o evento.

Estamos falando de um distrito de Santo André conhecido como Vila Inglesa. Isso porque o local surgiu em 1896, para a construção da estrada de ferro Santos-Jundiaí. Acontece que, após o transporte ferroviário ser ‘esquecido’ no país, a vila se manteve igual. Então, o passeio é uma viagem ao tempo, com direito a trilhos de trem, construções antigas e até um Big Ben brasileiro.

Outro atrativo da cidade é a neblina, que costuma completar a paisagem e render fotos lindas. E como esquecer as pessoas hospitaleiras e os diversos museus que contam a história do local? Ou seja, é imperdível!

Confirme presença no Festival de Fotografia de Paranapiacaba e pegue a estrada!