Texto porFlávia Saad
40 anos - Santos (SP)

Mais de 100 vagas em Santos na Atento

Clique aqui e confira também nosso tema da semana

Se você está procurando emprego na Baixada Santista, olha só: a Atento, provedora de  serviços de gestão de clientes e terceirização de processos e negócios, está abrindo 104 vagas em Santos para operador.

Pra se candidatar, mande currículo ou e-mail com nome, cidade e telefone com DDD para [email protected]. Mais informações podem ser levantadas por meio do telefone 0800 771 4014. Vale destacar que as oportunidades são válidas apenas para residentes no município referente à vaga.

www.juicysantos.com.br - atento abre +100 vagas em santos

Para a posição de operador, o candidato precisa ter segundo grau completo, bom vocabulário, boa dicção, fluência verbal, desenvoltura no relacionamento interpessoal, dinamismo, conhecimentos de informática e habilidade em digitação. Não é necessário ter experiência anterior.

O profissional que ingressa na Atento nessa posição, por exemplo, pode posteriormente se candidatar para oportunidades em áreas como administrativa, recursos humanos, TI, entre outras.

Como benefícios, são oferecidos salário compatível com o mercado, vale-alimentação, vale-refeição, auxílio creche, auxílio criança especial, além de todos os benefícios CLT. Além disso, a Atento conta com parcerias com instituições de ensino em todo país, com descontos em cursos superiores, pós-graduação, MBA, escolas de idiomas e informática.

Carreira na Atento

A Atento destaca-se como o principal fornecedor de serviços e soluções de relacionamento com o cliente na América Latina e está entre os três primeiros em todo o mundo. Conta hoje com mais de 150 mil funcionários, sendo mais de 70 mil somente no Brasil, país em que é considerada uma das maiores empregadoras.

Além disso, a empresa valoriza a diversidade em seu quadro profissional, oferecendo oportunidades de emprego desde o Jovem Aprendiz, Estagiários, Primeiro Emprego, Melhor Idade (profissionais acima de 45 anos que desejam retornar ao mercado de trabalho) a PCDs (Pessoas com Deficiência).