8 dicas para alavancar sua carreira

Clique aqui e confira também nosso tema da semana

Sua vida profissional está naquela fase “ok, mas pode melhorar”?

Às vezes nos deparamos com momentos na carreira que são uma verdadeira encruzilhada. Pode ser aquela promoção que nunca chega ou a sensação de que aquele emprego não nos representa de verdade.

Entrevistamos Lena Almeida, professora da pós-graduação da Unimonte e consultora da IPS Consultoria, para ter algumas ideias que podem ajudar a dar um upgrade na nossa relação com o trabalho. Afinal de contas, o fim do ano já está quase aí e essa é uma boa hora para repensar tudo isso.

www.juicysantos.com.br - dicas pra sua vida profissional

1. Fique atento aos sinais de insatisfação
De manhã cedo, quando você olha no espelho e se arruma para mais um dia de trabalho, a frase “o que exatamente estou fazendo aqui?” passa pela sua cabeça? Isso não é incomum. Mas pode sinalizar um problema maior. “Quando estamos no ‘piloto automático, não sentimos aquela vibração interna”, explica Lena. Isso resulta em descontentamento. Todo mundo se sente assim em algum ponto, mas existe um limite. E essa questão pode se manifestar na forma de uma doença ou de um déficit de resultados e até de coisas que fogem ao seu alcance, como um corte na empresa. Das duas, uma: ou você assume o papel de vítima ou vira o protagonista da sua própria história – seja dentro ou fora do atual cenário de emprego.

2. Procure um coach
Um sinal inicial de protagonismo para sair dessa situação em que se bate em um muro dentro da carreira é procurar ajuda. E um coach pode auxiliar você a enxergar coisas que provavelmente não estão evidentes. Essa relação com o (a) coach pode ser fundamental para mostrar novas possibilidades que estão ao seu alcance e começar uma nova história, seja dentro ou fora da empresa em que você atua no momento.

3. Treine suas habilidades
Busque seus pontos “fracos” e procure treinar esses quesitos. Técnicas de negociação, de gestão de equipes e de falar em público são sempre habilidades valorizadas no mercado em qualquer profissão. “Seja um detetive de você mesmo e identifique o que pode melhorar”, diz a professora.

4. Estabeleça e mantenha relações 
A palavra é usada com frequência, mas você realmente sabe como fazer networking eficiente? É como cuidar de um jardim: você tem que cultivar seus contatos como se fossem plantas. Não adianta só procurar quem interessa quando você precisa de um favor. Lena indica a elaboração de um “mapa de poder”: uma lista de pessoas que podem te ajudar. Mas cuidado para não fazer delas um trampolim. Isso se chama comunicação utilitária e é péssimo para a vida profissional a médio e longo prazo. “Seja honesto e diga ‘preciso da sua ajuda'”.

5. Nunca perca a vontade de aprender
As pessoas que anseiam pelo conhecimento dificilmente ficam acomodadas no trabalho. “Quando você perde a vontade de aprender, o brilho some. O fundamental é não deixar essa curiosidade morrer, mesmo com as dificuldades do dia a dia?”. O aprendizado é uma busca por algo que nos falta. Então, vá atrás desse instinto e nunca deixe de acreditar que existe algo a conhecer todos os dias.

Inscrições abertas para a pós-graduação da Unimonte até o dia 20 de outubro

6. Deixe boas lembranças por onde passar
As portas precisam ficar sempre abertas, em qualquer situação. As relações de confiança entre pessoas que trabalham juntas se fazem quando existe espaço para fazer exatamente isso: trabalhar JUNTO. Não faça da sua persona no escritório uma “máscara social”. Também não vale falar mal do empregador – em circunstância alguma – especialmente em tempos de redes sociais. Evite julgar um superior sem avaliar o contexto. Respeite o trabalho que já foi desenvolvido anteriormente.

7. Não tenha medo
Tudo bem, falar é fácil. Mas vale lembrar: o medo atua como paralisante e sabotador na sua carreira. É ele que te impede de ir para a frente quando se fala de carreira, seja o medo da demissão, de um chefe ou da estagnação. Quem tem medo não dá o seu melhor e assim, fica difícil melhorar de vida. Avalie exatamente quais são os medos que sente e saiba que, quando o enfrentamos, o medo é muito menor do que parece. Falar sobre ele o torna real e, consequentemente, menos assustador.

8. Entenda que o mundo gira
“Você é mais do que aquela empresa em que trabalha, é mais do que o uniforme que veste todos os dias. Esse é um papel que você desempenha entre muitos outros na sua vida”, afirma Lena. Descubra outras coisas que goste de fazer e aprender – pode ser que elas não tenham nada a ver com sua área de atuação. Mas uma coisa é certa: a dedicação faz maravilhas pela sua autoestima e alimenta a alma. Pode ser um trabalho voluntário ou um curso de desenho, por exemplo. Isso dá visão de futuro e pode servir para preencher sua vida pessoal e, por consequência, a profissional. “Quanto mais as pessoas saem da sua zona de conforto, mais satisfeitas ficam”.

Pós-graduação Unimonte

A instituição oferece 9 cursos, em 4 grandes áreas de conhecimento: Educação, Gestão e Negócios, Meio Ambiente e Saúde.

Todos estimulam o desenvolvimento de novos focos no ambiente profissional dos alunos.

Os cursos possuem Núcleo Comum e Núcleo Específico que permitem ainda, ao término do curso escolhido, a opção ao aluno de fazer uma nova especialização, cursando somente o Núcleo Específico.