09/04/2018 Por Victória Silva Pets

Frederico, o dog influencer santista

Língua de fora, rabo abanando e olhos que pedem “ME AME!”.

É impossível não fazer (ou pensar) “own” a cada foto de cachorros e outros bichinhos que surgem no nosso feed. Nós já perdemos um bom tempo babando nos pets santistas do Instagram no ano passado, lembra? Pois bem, essa semana, enquanto conferíamos as novidades da hashtag #JuicySantos, descobrirmos um pug que foi o assunto do nosso horário de almoço.

Frederico, o pug.

Para os íntimos, apenas Rico.

dog influencer santista (1)

As travessuras dos olhinhos esbugalhados são conferidas por quase 14 mil pessoas no Instagram e mais de 200 no Facebook (que é um perfil mais recente).

O Frederico usa fantasias, viaja nos feriadões e vive a típica vida de um influenciador digital, ou melhor, de um dog influencer santista. E ele é influenciador mesmo, com direito a #publi, #recebidinhos e tudo mais!

“Sou apaixonado por ele e, por isso, criei a conta no Instagram. Inicialmente, a ideia era compartilhar os momentos divertidos com os meus amigos”, explica Felipe Ciarlini, tutor do Rico.

Mas o sucesso bateu à porta. Para você ter uma noção, em junho do ano passado, eram cerca de 1.400 seguidores. Enquanto você lê esse texto, o número fica cada vez mais próximo dos 14 mil fãs.

E são fãs de verdade. A galera curte todas as postagens, responde os Stories, acompanha cada passo do Frederico e têm um super carinho por ele. Durante a castração, por exemplo, a caixa de direct do Insta ficou cheia de mensagens de apoio e orações.

“Vejo até as mesmas pessoas que comentavam bem no início comentando em publicações atuais e isso é bem legal, acaba me motivando cada vez mais a fazer fotos e vídeos da riqueza!”.

Segundo Ciarlini, que se forma em Publicidade e Propaganda no final deste ano, a maior referência para o trabalho é o Doug the Pug (perfil famoso mundialmente), que sempre traz conteúdos que viralizam no Facebook e no Instagram. Mas ele já percebeu que o público que segue Rico prefere imagens do dia a dia, por isso todo conteúdo é produzido com a câmera do celular mesmo.

 “A maioria das ideias surge em momentos inusitados, pois o Frederico é hiperativo, então o tempo todo ele apronta uma diferente”.

Basicamente, onde o Frederico vai, o celular está a postos para registrar suas traquinagens. E a gente ama acompanhar o cotidiano dele, dá até vontade de adotar um. Felipe, inclusive, vive respondendo perguntas sobre como é ter um pug e nos contou que adora compartilhar seus conhecimentos.

Siga o Frederico e apaixone-se