Ludmilla Rossi
Texto porLudmilla Rossi
37 anos - Santos

As descobertas de beleza de 2012 e o wishlist de 2013

Momento girl-talk: a indústria de cosméticos parece cada vez mais acelerada. Pra não cair na arapuca do excesso de novidades eu uso dois truques – o de olhar para o que já tenho e o de ver o quanto vou usar aquele produto. Em 2012 dei uma desacelerada no consumo de maquiagens: comprei poucas e boas. Nesse post divido com vocês as minhas descobertas de beleza de 2012 (e algumas coisinhas que estou desejando comprar em 2013).

As descobertas de beleza de 2012

Os lápis batom matte da NARS (preço médio de U$ 25 no exterior, e R$ 90 no Brasil) foram o grande destaque do ano. São produtos maravilhosos, em cores lindíssimas. Comecei comprando o Dolce Vita que é um cor de boca matte pra qualquer ocasião – lindo e mega prático. Depois parti para um vermelho, pois é exatamente a textura de batom que se encaixa perfeitamente para tons chamativos – e fui para o Dragon Girl. Pra fechar a mini-coleção acabei comprando o Sexy Machine, rosinha levemente perolado que fica lindo! Essas três cores são demais e ultra usáveis. Compro NARS em viagens ou aqui.

O iluminador Chess da Avon foi um produto que amei, mas infelizmente saiu de linha bem rápido. É um blush iluminador que comprei na promoção (R$ 20) e acabou virando favoritíssimo!

Lápis Batom Nars

As sombras estilo cream-to-powder ganharam meu <3 por duraram o dia inteiro sem acúmulo nas dobrinhas da pálpebra. Sou mega-fã das sombras desse estilo da Shiseido (tenho 3 cores mas parei de comprar depois que o StrawberryNet ficou mais salgado) e parti para outras marcas.

A sombra Color Tattoo é da Maybelline e custa lá fora de U$6 a U$ 10. Tem para vender no eBay e é bem barata pelo que oferece. Se você quer uma maquiagem completamente durável é A PEDIDA. Geralmente eu me maquio no trânsito, saio de manhã e volto a noite e essa sombra fica intacta o dia todo além de ter um efeito lindão. A minha cor eleita é a Bad to the Bronze.

O mesmo acontece com a da Make Up For Ever Aqua Cream na cor Lot.

O rímel mais incrível do planeta eu descobri em 2012, que é o Noir Couture. Simplesmente não tem igual – esse pequenininho ganhei de amostra na Sephora. Como a amostrinha já está acabando, tratei de encomendar um novo para uma amiga e já está comigo. Comprar essa máscara no Brasil é meio insano, mas se você for viajar não pense duas vezes.

O nacional baratinho e surpreendente foi o pancake artístico da Dailus. Descobri o produto de uma forma engraçada: fui comprar maquiagens de halloween para uma festa do escritório pois fiquei responsável por maquiar parte da equipe e acabei comprando esse produto para tirar uma onda de zombie boy.

Porém, ao invés de usá-lo somente para transformar pessoas em zumbis, ele funciona LINDAMENTE como sombra preta e delineador. E não me pergunte como descobri isso. Se você procura aquela sombra hiper pigmentada, esqueça! Troque por esse produtinho da Dailus que custa menos que cinco reais.

Tá querendo um Fluidline da MAC? Pode deixar pra lá! Esse produto funciona hiper bem como delineador também. Basta ter um pincelzinho chanfrado, fazer uma papinha com o pancake e você vai ter um delineador que vai durar o dia todo, sem escorrer e sem borrar. Eu fiquei viciada!

Já no quesito perfumes (isso é um verdadeiro vício pra mim!) esses foram os que descobri e comprei em 2012. Todos maravilhosos. Mais uma vez a indústria nacional me surpreendeu e fisgou. Sempre tenho preconceitos com os fixadores dos perfumes made in Brazil, mas virei fã do Jardin des Roses da Mahogany (na foto é o frasco em formato de coração com flores).

Outro perfume meio indie (que quem me falou dele foi a Grazi do saudoso blog MDDE) é o Eau Rose da Diptyque. Muito muito bom! Comprei o roll-on para ficar na bolsa de tanto que eu curti.

O Bvlgari Petits et Mamans é um perfume sem álcool para dias de muito calor. Estava querendo ele há bastante tempo e comprei esse ano. Em 2011 fiz um post dedicado aos perfumes com cheirinho de bebê (clique para ler), de tanto que gosto dessa categoria. Isso explica também a aquisição do Future Generation, também da Mahogany. Apesar de ser para meninos, a fragrância é muito neutra e gostosa.

Perfumes 2012

 

Wishlist de beleza de 2013

A paleta Naked da Urbay Decay é uma que não sai dos meus pensamentos já faz um tempinho. Mas, como tenho muitas sombras e nem sempre dá para andar com uma paleta na bolsa, dou preferencia para as cream-to-powder que citei acima ou para sombras unitárias. Mas, quem sabe esse ano volto de férias com uma Naked na bagagem…

Outra sombra que habita os meus pensamentos é a Mushroom, também da Urban Decay (todo mundo já notou que sou fan girl da marca né?). Ensaiei comprá-la na Sephora do Brasil, mas não rolou pelo precinho.

Tô namorando também um blush em bastão da NARS e o perfume Prada Candy.

Nada necessário, mas tudo altamente desejável…