18/03/2017 Por Luiz Gomes Otero Música e álbuns

Mel Mattos traz o seu álbum Démodé?!

O que pode ser classificado como démodé na música brasileira?

Para a cantora Mel Mattos, representa uma ótima oportunidade para apresentar um som mesclando influências adquiridas ao longo dos anos, em um álbum que traz canções autorais bem construídas.

E que, apesar de o título ser “Démodé?!”, está bem longe de ser algo semelhante ao que essa expressão significa.

imagem4

Mel Mattos nasceu em Fortaleza e começou cedo na música, com forte influência de sua família extremamente musical, com destaque para a irmã Julyanne Torres, que conseguiu visibilidade nacional no concurso Novos Talentos do Domingão do Faustão, da Rede Globo, em 2001.

Formada em Estilismo e Moda pela Universidade Federal do Ceará (UFC), a cantora abriu mão da profissão para se dedicar integralmente à música. Mas, mesmo assim, a ligação forte com a estética está presente em tudo que ela faz.

Com mixagem e masterização de Vitor Farias, Démodé?! é o segundo álbum da cantora que tem uma voz suave e agradável.

Os arranjos são assinados por Klebinho Pereira e coproduzidos por Junior Torres e Dado Fernandes. As 10 faixas têm composição de Mel Mattos, Dado, Klebinho e Júnior.

O disco mostra vários ritmos, sem perder a veia pop de vista. Tem o genial samba-choro Caos, com letra que cita as mensagens de auto-ajuda (esta canção, por sinal, se encaixaria muito bem também na voz de Adriana Calcanhoto). Pensando Só é um forró que brinca com o arranjo de forma arrastada e uma letra que mostra imagens do cotidiano.

capa

A faixa Meu Par tem um arranjo baseado no bom e velho cha-cha-cha e conta com a participação especial de Sidney Magal, um astro veterano do chamado som brega. O dueto ficou ótimo, com Magal entrando no clima de brincadeira e descontração de Mel Mattos.

Disfarçando a Dois navega pela bossa nova com uma letra mais introspectiva. E Coração Indolor mostra um arranjo inspirado no reggae. Em Tô A Fim de Mim, Mel Mattos flerta com o pop rock dos anos 80.

Démodé?! é um dos bons discos de uma nova safra de autores e intérpretes de nossa música. Um trabalho de extremo bom gosto e muito bem produzido e ótimo ponto de partida para a carreira de Mel Mattos decolar e voar cada vez mais alto.