Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

O Cozinhando em Libras tirou a pessoa surda do cantinho da tela

  • 2
    Shares

Numa reunião de amigos, em meados de 2018, o patê de queijos preparado por Vera Elaine fez um tremendo sucesso. Mais do que receber elogios, ela voltou para casa com a missão de compartilhar a receita com a galera.

Poderia escrever o passo a passo, claro.

Mas ela decidiu gravar um vídeo. Assim, teria certeza que as etapas seriam replicados com exatidão e, mais do que isso, teria patê para comer em casa nos próximos dias com a família. Em dois dias, o vídeo teve 30 mil visualizações no Facebook.

E aí nasceu o Cozinhando em Libras

O primeiro canal de receitas falado em Libras (língua brasileira de sinais) do YouTube tem a apresentação da Vera, que é surda, e narrado por uma de suas filhas, Andreza.

juicysantos.com.br - Cozinhando em Libras

Sabe a dinâmica que a gente costuma ver: português como língua principal e libras num cantinho da tela? Esquece! No Cozinhando em Libras o que acontece e o aposto. E este canal do YouTube em Libras é simplesmente incrível.

“Nosso objetivo é trazer o surdo como protagonista”, explicam. “É um conteúdo específico para eles, na língua deles, com cultura, educação e entretenimento”.

Assistindo aos vídeos é até difícil de acreditar, mas a cozinha é uma paixão recente na vida da simpática apresentadora. Atualmente com 67 anos, Vera conta que sempre preparou os almoços da família. Mas só experimentou o prazer por cozinhar há cerca de 5 anos, quando a rotina se tornou mais leve e ela passou a se aventurar por novos temperos e receitas inusitadas.

O patê de queijo foi uma das descobertas pós-aposentadoria. Assim como os pães caseiros, sardella e o sagu de vinho, por exemplo, todos ensinados no canal – que também está no Facebook e no Instagram.

juicysantos.com.br - Cozinhando em Libras

O Facebook, aliás, é a rede social onde os conteúdos ganham maior alcance e chegam a mais e mais pessoas.

Por lá, mais de 5.500 usuários acompanham as receitas traduzidas em LIBRAS por Vera. No YouTube, as receitas acumulam mais de 10 mil visualizações e, no Instagram, são 1.800 seguidores acompanhando todas as dicas.

Uma vida social super agitada

Atualmente, os conteúdos do Cozinhando em Libras entram no ar três vezes por semana. Anota aí: tem dicas de receitas todas as segundas, quartas e sextas-feiras, sempre às 10 horas.

Além dos vídeos, captados em casa com a ajuda da família, Vera ainda precisa arrumar tempo para várias outras tarefas. De acordo com ela, o segredo da felicidade é levar a vida com leveza, com alegria e com garra.

Surda desde bebê, em decorrência do sarampo, ela já trabalhou em diversas atividades. Nos últimos anos, atuou como professora de LIBRAS e a didática é bem presente nos vídeos. Aposentada hoje, ela se tornou produtora de conteúdo e ama usar a internet.

Quando a filha, que trabalha com marketing, sugeriu dar início ao canal, ela topou na hora.

“O vídeo de estreia foi uma iniciativa dela. Desde o primeiro, ela já amou, então aceitei na hora a ideia de gravar”. 

Os planos para o canal incluem diversos projetos. Mas, se você quiser saber o que está por vir, vai precisar seguir a santista nas redes sociais. Pois, sim, a Vera vive aqui em Santos com o marido (também surdo).

Assim como no canal, na casa deles a regra é: LIBRAS é a língua principal. Por isso, os filhos aprenderam as duas línguas desde a infância e o mesmo acontece com os netos. Se você quiser saber mais sobre a língua de sinais ou aprender o idioma, clique aqui e confira mais detalhes!