Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 23 anos - Santos

5 bancos de imagem inclusivos e gratuitos para você usar já

Se você trabalha com criação de conteúdo provavelmente já viveu essa situação: precisar de uma foto, pesquisar em bancos de imagem e não encontrar nada que converse com a realidade local. Isso acontece porque, em maioria, essas plataformas estão repletas de modelos loiros e de olhos azuis. Mas, há ainda a questão dos casais sempre heterossexuais, corpos magros além da conta e por aí vai…

Com a ideia de mudar essa realidade e ajudar a galera a retratar pessoas comuns, algumas iniciativas têm criado bancos de imagem focados nessas lacunas. O mais legal é que são bancos de imagem inclusivos e gratuitos.

Nós listamos 5 queridinhos aqui do Juicy Santos e você também vai amar.

Spoiler: um deles é brasileiro 🙂

www.juicysantos.com.br - mulher negra plus size

Bancos de imagem inclusivos e gratuitos

1. Tem Que Ter

juicysantos.com.br - Bancos de imagem inclusivos e gratuitos

Criado por cinco estudantes de Porto Alegre, o banco de imagens é totalmente formado por fotos de pessoas LGBT+. As fotos são exclusivas e retratam pessoas LGBT em situações cotidianas. O acervo conta com mais de 150 imagens, assinadas por cinco fotógrafos distintos e foram feitas em locações variadas em Porto Alegre e em São Paulo.

“A presença LGBTQI+ na propaganda brasileira é quase nula. Mais do que isso, as poucas manifestações que fogem do padrão heteronormativo acabam, muitas vezes, reforçando estereótipos. Entendemos que as mensagens criadas por marcas, negócios e agências de publicidade possuem impacto social, e podem ser utilizadas como ferramentas de promoção da diversidade”, explica Fernanda Sanchis, uma das criadoras do projeto.

Faça o download gratuito no site do projeto.

2. Nappy

O Nappy é um banco de imagens dos Estados Unidos e tem fotos apenas de pessoas negras. O site pertence à agência SHADE, que fica no Brooklyn.

Assim como acontece no Tem que Ter, aqui você encontrará cenas cotidianas, ou seja, semelhantes às dos banco de imagens famosos. Mas a diferença é que no lugar das pessoas brancas/padrões você terá apenas peles negras.

juicysantos.com.br - imagem inclusivos e gratuitos

“Se você digitar café em um banco de imagens, raramente encontrará uma xícara sendo segurada por mãos negras. E isso também acontece em pesquisas com tempos como, por exemplo, computador ou viagem. Você pode encontrar uma ou duas imagens, mas elas são muito raras.”, explicam os criadores no site.

Parte do acervo (ENORME) é formado de imagens gratuitas.

3. The Gender Spectrum Collection

No The Gender Spectrum Collection, as fotos focam em pessoas transexuais e não binárias.

Em resumo, esse banco de imagem é da Broadly, portal de notícias da Vice, e nasceu a partir da necessidade dos jornalistas de encontrar imagens que retratassem essas pessoas para uma reportagem. Atualmente, eles disponibilizam 180 imagens gratuitas. Todas trazem transexuais e não binários vivendo situações cotidianas.

juicysantos.com.br - Bancos de imagem inclusivos e gratuitos

Há também uma quebra de estereótipos e o confronto de preconceitos. O que é incrível!

Todas as fotos foram feitas pelo artista e fotógrafo Zackary Drucker.

4. AllGo

O banco de imagens gratuito Unsplash fez uma parceria com o aplicativo AllGo. Eles criaram uma seção dedicada a representar diferentes corpos.

A diversidade está nos tamanhos e também nas etnias das fotos como a que abre esta matéria. Nós amamos!

5. Young, Gifted and Black

O site pega emprestado o título de uma das canções mais famosas da história, na voz de Nina Simone.

Todas as imagens trazem mulheres negras.

Você pode usar as fotos com uma ótima resolução para fazer posts, apresentações internas ou qualquer outro uso de forma gratuita. Para baixar em uma resolução maior e utilizar em formato comercial, o valor é igual ao dos bancos de imagens tradicionais.