Texto porVictória Silva
Jornalista, 25 anos - Santos

Tudo sobre o tratamento de doenças infectocontagiosas em Santos

  • 1
    Share

A partir de agora, quem precisar fazer tratamento de doenças infectocontagiosas em Santos terá de ir a um novo endereço. A sede, antes localizada na Rua Silva Jardim, agora fica na Rua da Constituição, 556. Se você não conhece, por lá, pacientes recebem tratamentos de:

  • HIV/Aids;
  • Hepatites virais;
  • Sífilis;
  • Toxoplasmose;
  • Hanseníase;

É disso que você precisa? Então anota o endereço e também o horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, sempre das 7h às 17 horas. 

Mais sobre o equipamento 

Agora que você já sabe onde fica a nova Coordenadoria de Controle de Doenças Infectocontagiosas de Santos (CCDI), é importante saber como o equipamento funciona. Em resumo, a equipe conta com 70 profissionais que atuam no Serviço de Atendimento Adulto (SAE Adulto), o SAE Infantil, o Centro de Testagem e Aconselhamento e farmácia.  

juicysantos.com.br - tratamento de doenças infectocontagiosas em SantosImagem: Divulgação

Como conseguir o tratamento de doenças infectocontagiosas em Santos 

De acordo com a divulgação, atualmente o SAE Adulto conta com 3.500 prontuários ativos, referentes a usuários de medicamentos antirretrovirais.

Saúde mental na quarentena: os 6 pilares para uma saúde integral

Se acaso você também precisa de tratamento de doenças infectocontagiosas em Santos, a burocracia é diferente para cada serviço. Primeiramente, o Centro de Testagem e Aconselhamento não tem necessidade de encaminhamento de outras unidades de saúde. Após o resultado positivo no exame de HIV, sífilis e hepatites virais, o paciente já vai para Serviço de Atenção Especializada, ou seja, começa imediatamente o tratamento. 

juicysantos.com.br - tratamento de doenças infectocontagiosas em SantosImagem: Divulgação

Já o Serviço de Atenção Especializada (SAE) pode ser tanto para adultos quanto para crianças, Em ambos os casos, é necessário ter diagnóstico e agendar o atendimento. De acordo com a divulgação, pacientes recém-diagnosticados têm prioridade, de forma a tratar não apenas a parte física, mas também emocional.  

Vale ressalta que os serviços da CCDI também acontecem na Seção Casa de Apoio (Secasa) e  no Ambulatório de Tuberculose Adulto.