Ludmilla Rossi
Texto porLudmilla Rossi
37 anos - Santos
TAGs

Santos é escolhida para residência de cinema na Coréia do Sul

Uma bela notícia para todos que trabalham com cinema e economia criativa aqui em Santos. Somos a única cidade escolhida para participar da residência de cinema em Busan, na Coréia do Sul.

Através de uma chamada pública noticiada no Diário Oficial ao final de janeiro de 2018, a Prefeitura Municipal de Santos abriu a oportunidade para diretores de cinema residentes em Santos (com no mínimo três obras rodadas aqui na cidade) se aplicarem para a residência.

Num processo super rápido e sem burocracias desnecessárias – e digo isso porque eu mesma me candidatei e fiquei na seleção final – a prefeitura chamou os seis selecionados para hoje (20/2) anunciar o vencedor que irá para a cidade coreana que abriga o Busan International Film Festival.

A residência irá durar 20 dias e o cineasta escolhido (Dandi Queiroz) terá direito às passagens aéreas, hospedagem e residência de cinema, além de um intérprete, equipe e verba de U$ 1.400 para produzir uma obra em Busan. Sem dúvida uma iniciativa extremamente inédita na cidade – e que convenhamos – todos os profissionais ligados à economia criativa na cidade estavam esperando bastante.

Curiosamente, por ser uma das finalistas eu compareci na Sala da Situação hoje para saber quem seria o vencedor. Na mesma sala aconteceu a primeira reunião sobre o assunto, onde os produtores audiovisuais foram chamados para conhecer mais sobre a candidatura de Santos como cidade criativa da Unesco. Na época, em 2014 eu fiz esse texto contando minhas impressões sobre a reunião.

Pouco mais de três anos depois, tivemos alguns avanços. Mais profissionais produzindo, mais prática, o selo da Unesco concedido, mais movimentação em torno da economia criativa não só com mais produções, mas com eventos e um “fervo” em crescimento.

Rogério, chefe de gabinete abriu o evento junto com sua equipe, recapitulando toda essa jornada e contando que Santos se candidatou para sediar em 2020 o Encontro Mundial de Cidades Criativas. Até chegar no intercâmbio de produção audiovisual entre as duas cidades, foi uma longa jornada. Rogério destacou o quanto esse trabalho “não é da prefeitura” e sim um legado que precisa continuar em cada profissional e que isso se torne cada vez mais independente e vivo.

Como foi a escolha?

Para a residência apoiada pela BFIA (Busan Foundation for International Activities) se aplicaram onze candidatos. Inicialmente três seriam submetidos pela prefeitura para os pareceristas coreanos, mas eles pediram autorização para que seis portfólios fossem avaliados.

Os seis candidatos (três homens e três mulheres, num grau de equidade raro de se ver) foram:

  • Alexandre Moreira Queiroz
  • Iasmin Martins Alvarez Costa
  • Kauê Nunes Melo
  • Ludmilla Rossi de Oliveira
  • Mônica Vieira Donatelli
  • Paulo Victor Allencar Barbosa

Entre o comitê avaliador em Santos estiveram Ricardo Vasconcellos, Raquel Pellegrini e Junior Brassalotti, profissionais que há décadas fomentam o nosso mercado. A seleção dos santistas foi encaminhado para o comitê de Busan, composto por cinco profissionais.

Reunião na Prefeitura Municipal de SantosParticipantes da reunião na Prefeitura Municipal de Santos: segundos antes do anúncio do diretor escolhido

O vencedor

Dandi Queiroz (Alexandre Moreira Queiroz) segue uma linha bastante autoral. Seu último filme (Ferida) despertou na audiência do último Curta Santos reações diversas – o que todo bom filme deve fazer. Entre outras obras de Dandi estão os filmes Tocando meu destino e Por ela. No final desse post tem os links para você assistir às obras do diretor.

Alexandre QueirozParabéns, Dandi! Desejamos que você traga muita experiência bacana para os demais diretores santistas e leve um pouco de Santos para o mundo. <3

Assista a obra do Dandi

TOCANDO MEU DESTINO
senha: lulinhadandijuka2015

POR ELA
senha: porela2015

FERIDA
senha: ferida1912

Segue o bonde

Enquanto isso nos resta torcer para que Santos seja protagonista em mais eventos como esse e de fato sedie o encontro mundial de cidades criativas. Se isso acontecer será MUITO fantástico e eu já quero KondZilla (um dos maiores expoentes da nossa região) abrindo o evento com palestra e show da Mc Loma colocando os gringos pra dançar, HAHAHA.