Texto porLudmilla Rossi
40 anos - Santos
TAGs

Negócios, pessoas e cidades criativas: Dia Mundial da Criatividade começou

Com a coleboração de Luísa da Silva Alves.

Dissemos que esse ano ia ser maior e já é! O Dia Mundial da Criatividade Santos 2022 teve início nesta quarta-feira (20) aqui na Juicyhub e incluiu boas ideias, novidades e projetos, já nas primeiras horas. Mais uma vez, Santos reafirma sua presença no mapa da inovação mundial, valorizando criadores e profissionais da região e trazendo nomes que somam inspiração ao evento.

Foi o caso de Dido Rodrigo. presidente da Abradi SP, e Silvio Soledade, da Plano Gestão Consultoria. Os dois trouxeram da capital, algumas experiências positivas e estratégias de uso da inovação a favor da economia criativa, sobretudo no área de comunicação. Os dois conversaram com profissionais da área digital sob o tema “Gestão criativa é gestão lucrativa!”.

Boas notícias para quem empreende aqui

À noite, a abertura oficial incluiu uma boa história da líder do evento Ludmilla Rossi. Lud relembrou uma de nossas referências, Patrícia Galvão, e seu amor por Santos. Em sua fala, a CEO do Juicyhub e co-fundadora do Juicy Santos, reafirmou importância do primeiro do local como primeiro hub de inovação na cidade. Entre os representantes da prefeitura, a Secretária de Empreendedorismo e Economia Criativa Selley Storino, o Diretor do Escritório de Inovação Econômica na Prefeitura de Santos André Falchi Bueno e o gerente do escritório Sebrae-SP na Baixada Santista Marco Aurélio Rosas.

A secretária aproveitou o espaço para comentar sobre o início de um programa de aceleração de micro empreendedores para incentivar o crescimento econômico das pequenas empresas, principalmente nessa retomada da nossa economia. “Há anos, Santos entrou para a rede Cidades Criativas da Unesco e muitas vezes a gente esquece que economia criativa é a base do turismo. É a economia criativa que também movimenta o turismo. Cidade boa não pode ser só boa para turista, ela precisa ser boa pra quem mora nela. É importante fazer com que as pessoas vivam da sua criatividade.” Selley também comentou sobre o lançamento da Vitrine Feito em Santos, uma plataforma de divulgação e venda de produtos de negócios criativos da cidade.

Santos tem tudo para ser um polo de inovação

Em seguida, convidados da área de cidades criativas e inovadoras falaram sobre a importância da cidade de Santos refletir todo seu potencial. Natália Garcia, jornalista e consultora de inovação, explicou sobre o quanto a arquitetura, a cultura e o comportamento local refletem no seu povo. “Cidades ajudam a construir temperamentos nas pessoas. Positivamente e negativamente. Mas o cérebro de todo mundo é plástico e modificável. Mesmo que tenhamos nascido e criado padrões de hábitos em nossas redes neurais, temos grandes chances de mudança constante. Cidades e pessoas têm vocações, têm propósitos, têm talentos específicos. Cidades moldadas pelo sofrimento provocam sofrimento nos cidadãos.”

Já o convidado Christiano Braga, coordenador de economia criativa no Estado de São Paulo, trouxe a ideia da uma cidade criativa.

“…é uma política que tem a ver com a gestão do espaço urbano. Lugares que agregam pessoas e as dão liberdade de participar de tudo que a cidade oferece.”

Segundo ele, muitas vezes o baixo investimento pode ter altíssimo impacto entre os moradores, desde que atenda de fato as pessoas da cidade.

O evento seguiu com happy hour e show da banda Trevo para fechar o primeiro dia com tudo. O evento segue com atividades na quinta (21) e na sexta (22). os próximos dias estão recheados de talks, feira criativa, feira de orgânicos, mentorias, workshops, atividades para crianças e mais música.

Abertura do Dia Mundial da Criatividade com brinde oferecido pela cerveja Spaten