Texto porDaniel Cid

5 ótimos filmes para quem ama música

Novembro chegou trazendo um dos filmes mais esperados para quem ama música, estamos falando de Bohemian Rhapsody. Está fácil descobrir do que este filme trata, não é?

Isso mesmo, meus amigos. O longa que conta a história de uma das bandas mais amadas e veneradas de todos os tempos já é sucesso de público nas telonas. Se você ainda não foi assistir, preparamos uma lista com 5 grandes filmes ficcionais ou biográficos que retratam como ninguém o mundo da música. A maioria está nos serviços de streaming atualmente.

Pegue sua guitarra imaginária e bora curtir esse som.

Filmes maneiros pra quem adora música

www.juicysantos.com.br - 5 ótimos filmes para quem ama música

1. Quase Famosos (2000)

Imagine que você é um adolescente nos anos 70, época extremamente fértil para o rock’n roll. Você sonha em ser jornalista e consegue convencer o editor da revista Rolling Stone a escrever pra eles. Essa é a vida de William Miller. O jovem tem a chance de cobrir a turnê do Stillwater nos EUA, uma das bandas mais famosas da época (ainda que fictícia no filme).

Este filme é semiautobiográfico. O diretor e roteirista Cameron Crowe, em sua adolescência, também cobriu para a Rolling Stone a turnê de ninguém menos do que o Led Zeppelin. Por isso, muitas das situações que aparecem no filme realmente aconteceram com essa e outras bandas daqueles tempos.

Quase Famosos virou um clássico da geração 2000. Faturou o Oscar de Roteiro Original, além de prêmios no Globo de Ouro e no BAFTA de 2001.

www.juicysantos.com.br - 5 ótimos filmes para quem ama música

2. Ray (2004)

Ele ficou cego aos 7 anos, por culpa do glaucoma. Logo depois, perdeu um irmão. O jovem Ray Charles Robinson (Jamie Foxx), incentivado por sua mãe, encontra na música a sua vida. E o resto é história, como dizem.

Tornou-se um dos maiores nomes do soul americano, deixando uma marca eternizada na música mundial.

Na sua vida pessoal, enfrentou muitos percalços, como o seu vicio em heroína. E, em uma época onde o seu país era dividido pela segregação racial, sendo negro, cego e um gênio da música, Ray ergueu sua voz no combate ao preconceito racial.

Ray ganhou vários prêmios e deu a Jamie Foxx o Globo de Ouro, o SAG Awards e o Oscar de melhor ator em 2005.

www.juicysantos.com.br - 5 ótimos filmes para quem ama música

3. Johnny & June (2006)

Este mostra a conturbada vida do cantor americano Johnny Cash (Joaquin Phoenix).

Um dos maiores músicos do seu tempo, Cash, ao longo da carreira transitou por diferentes estilos, passando do country ao rock. O longa mostra sua turbulenta vida pessoal e a superação de seus vícios em álcool e drogas, graças ao apoio de seu grande amor, a famosa cantora country June Carter Cash (Reese Whiterspoon, vencedora do Oscar em 2006).

4. The Runaways (2010)

Nos anos 1970, Joan Jett (Kristen Stewart) tinha um sonho: ter uma banda de rock formada apenas por mulheres. Assim nasceu The Runaways. Cherrie Currie (Dakota Fanning) chegou logo depois para ser a voz da banda, que se tornou famosa mundialmente por seu punk rock mesclado com elementos glam.

Inovadora para a época, por serem um grupo de garotas tocando rock, The Runaways inspirou muitas garotas que viam nelas sua voz de rebeldia. E não apenas para mulheres, mas a banda encontrou seu lugar na história por sua qualidade e grandes canções.

Joan Jett é considerada até hoje como uma das maiores roqueiras de nossa história.

5. Tim Maia (2014)

Essa lista não estaria completa sem um representante nacional. E que título seria melhor do que este delicioso filme sobre a vida de Tim Maia? O longa tem como origem o livro Vale Tudo – O Som e a Fúria de Tim Maia. 

Conhecemos um Tim que andava com a Jovem Guarda em seu início, ao lado de Roberto Carlos e Erasmo Carlos. Também vemos sua viagem para os EUA e seu retorno, buscando um lugar no meio da música brasileira.

Com uma voz poderosa, Tim Maia trouxe o soul para a MPB e estourou como um dos grandes cantores brasileiros. Com diferentes fases, sua música refletia a vida que levava. Em alguns períodos, entorpecido pelas drogas; em outros, sóbrio e mergulhado em cultos espirituais. E tudo isso transbordava em suas canções.