13/03/2018 Por Ludmilla Rossi Vida noturna

Pink Panther: Precisamos Falar Sobre Essa História

Era 1982. Eu ainda não havia nascido mas talvez minha alma já estivesse vagando por aqui, numa cidade em que eu gostaria de ter vivido. Essa Santos transgressora abrigava uma cena boêmia de causar inveja a qualquer metrópole mundial. Por aqui artistas, cantores, performers e strippers eram escolhidas a dedo por seu talento e levadas por agentes para trabalhar pelo mundo todo.

Enquanto essa comunidade de artistas morava por aqui, a “familia tradicional santista” se divertia em lugares que a “família tradicional brasileira” repudiaria. A Santos das noites efervescentes está desaparecendo. Quase mais ninguém sabe das madrugadas onde nomes como Cacilda Becker, Plínio Marcos ou Elis Regina passavam no Restaurante Almeida (o que nunca fechava) na década 60 e 70.

A The Pink Panther Boite foi um desses pontos quentes de Santos. A casa funcionou de meados de 1970 a 1995.

Mesmo não sendo um tempo tão longínquo assim, há muito pouco da história da The Pink Panther na Internet. Quase nenhum material em vídeo, pouquíssimas fotos, apenas alguns poucos materiais estão disponíveis. Entre eles, um anúncio clássico (que você confere no final desse post) onde atendentes poliglotas são anunciadas, acompanhadas pela frase “We are WAITINE for you”.

Para resgatar essa memória contemporânea, Kauê Nunes, diretor da Mokotó Filmes e Histórias e equipe, estão fazendo um chamado para conversar com quem tem histórias da The Pink Panther. O objetivo é criar um curta documental de aproximadamente 20 minutos que irá resgatar uma história analógica pouco conhecida pela geração digital.

Se isso não for feito, corremos o risco de perdê-la conforme o tempo passa e é reduzido o número de protagonistas que ainda estão entre nós.

Procuram-se as histórias incríveis da The Pink Panther.

Meninas, garçonetes, taxistas, discotecários (os DJs) da época, jornalistas, clientes e todos que de alguma maneira viveram uma história por lá: vocês serão fundamentais no processo de pesquisa.

Se você é um guardião ou guardião dessa memória e lembra de nomes como Maneco, Tânya Starr, Gretta Starr, Suzi D’Avila, Twiggy La Torraca, Serio Zocante, Marina, Rosângela, Zezé, Bia, entre outrXs, pede-se encarecidamente para que você compartilhe suas memórias através desse link (clique aqui).

Pink Panther BoiteÉ curioso pensar que nessa Santos, as famílias tradicionais da cidade se divertiam assistindo peitinhos à mostra e casais sensualizando em shows de adagio. Quem governava a cidade nessa época era Paulo Gomes Barbosa – sim, o pai do atual prefeito em 2018, Paulo Alexandre Barbosa.

Ajude a resgatar a crônica dessas noites.

Um pedido da minha alma, já que não vivi essa história: não deixe de mandar sua história pra equipe que está produzindo o filme.

Eu estou nessa nela.

Não esqueça que: We are WAITINE for you!

Pink Panther Boite

Share Button