21/07/2018 Por Victória Silva Casamentos e festas

Buquê da noiva: como segurar e outras dúvidas

Quando o assunto é casamento, não há dúvidas: a noiva é a grande estrela da festa. Por isso, itens como o vestido e o buquê da noiva são tão aguardados. No entanto, eles também vêm carregados com várias dúvidas.

Prova disso são os casamentos de famosos. No casamento real, por exemplo, foram semanas supondo como Meghan Markle se vestiria e quais flores levaria em suas mãos. Mas não é assim apenas entre a realeza e as celebridades. Quem vai fazer um casamento real de verdade, ou seja, do dia a dia, também esbarra nessas questões.

Se esse for o seu caso, pode respirar com tranquilidade. Nesta matéria, o Juicy Santos vai te ajudar a entender a tradição do buquê da noiva e responder às perguntas mais comuns sobre o tema.

juicysantos.com.br - buquê da noivaImagem: Mira Bozhko para Unsplash

Tradição do buquê da noiva

De acordo com estudiosos, o costume de noivas carregarem flores até o altar vem da antiguidade europeia. Na verdade, o modelo atual é a junção de duas antigas tradições.

Em resumo, durante a Idade Média, a noiva era considerada uma fonte de energia positiva no dia do casamento. Por isso, todas as convidadas ganhavam um pedacinho do vestido para se beneficiarem das boas vibrações. Também nesta época, um buquê de ervas era carregado até o altar, para perfuma-la em seu dia especial, já que banhos não eram comuns.

Conforme a realidade foi mudando, os banhos passaram a ser comuns e os vestidos ganharam status e, consequentemente, valor. Então, as duas tradições se uniram. O buquê foi mantido, mas o corte do vestido em vários pedaços, não. É por essa razão que jogam-se as flores depois da cerimônia.

Buquê da noiva: as dúvidas mais frequentes

Mesmo sabendo desta tradição, muitas noivas deixam a escolha das flores para segundo plano. Primeiro pensam no trio vestido, penteado e maquiagem e só então o buquê é visto como algo importante. Porém, mais do que escolher flores bonitas é necessário pensar no modelo, peso e até em como segura-lo.

Então, surgem dúvidas e mais dúvidas. Mas o tempo é apertado para encontrar tantas respostas.

1. Buquê + vestido

Primeiramente, é necessário ter em mente que as flores são um complemento do look. Em outras palavras: o buquê não deve comprometer o a beleza do seu modelo de vestido de noiva. Então, tome cuidado com o tamanho, por exemplo, para que o vestido não fique escondido.

2. Como segurar

Se você for ao Pinterest ou mesmo der um Google, vai se deparar com diversos modelos de buquês. E, em se tratando de flores, todos são lindos. É neste momento que surge a dúvida: qual vai combinar com o vestido e como carregar cada um?

Bom, a dica é imaginar a composição total. E vale levar uma foto do look e contar com a dica da florista, pois ela provavelmente tem experiência e vai conseguir te ajudar.

Quanto à forma de segurar, as regras são simples:

  • buquê cascatas: leve com as duas mãos;
  • buquê de caules longos: leve deitado;
  • buquê vara: segure com a mão direita;
  • buquês esféricos: use as duas mãos e segure no centro do corpo.

juicysantos.com.br - Buquê da noiva

3. Lembre-se: você vai segurar o buquê

Na hora de andar até o altar, tome cuidado para que as flores não encostem no vestido, já que algumas podem soltar pigmentação e manchar a roupa. Na hora da compra, converse com a florista e entenda todas as peculiaridades da sua escolha.

Também é importante levar em consideração o peso do buquê. Muitas noivas reclamam que os braços doem, por serem muitas flores ou ter uma espécie mais pesadinha entre as selecionadas.

4. Também é importante lembrar do protocolo

Como a noiva entra ao lado direito do pai, o buquê fica na mão direita. Mas, ao chegar no altar, é necessário trocar de mão, para subir no altar com noivo. E então as flores serão entregues a uma madrinha. Assim, lembre-se de instruí-la sobre como segurar, para não manchar o vestido e sobre o peso, para que ela esteja preparada.

Share Button