Lojas da 25 de março – dicas

Ludmilla Rossi

27 de junho de 2012

Ludmilla Rossi

Veja o perfil completo >

Eu considero a 25 de março um dos lugares mais pitorescos para se fazer turismo com menos de R$ 50. Sim, turismo. A 25 de março é uma mistura de muitas culturas, classes sociais e espécimes humanos numa concentração indiana, com produtos koreanos e chineses e jeitinho brasileiro de se fazer compras.

Se perder lá é muito simples: se você vai sem foco tenha certeza que vai voltar com a sacola cheia de quinquilharias. E nem preciso dizer que foi isso que aconteceu comigo. O saldo de achados: uma bolsa, 4 colares, 1 brinco, 1 anel e 2 bandejas de anéis (meu objetivo de compra).

Vou colocar aqui um roteirinho a lá “25 de março para santistas”.


Como chegar na 25 de março saindo de Santos?
Comece chegando na rodoviária e pegue um ônibus na rodoviária. Nem tente ir de carro – acredite que achar vaga lá é pior do que achar vaga no Gonzaga em 31 de dezembro com sol. Ônibus + metrô + mochila vão substituir seu carro.

Pegue o ônibus para o Jabaquara (sempre tem), e depois pegue a linha azul do metrô (compre ida e volta) e chegue na estação São Bento. Descendo na estação São Bento, procure a seta que indica Ladeira Porto Geral, é ali que vai começar sua festa.

Ladeira Porto Geral
Não é a 25 de março, mas é uma das melhores partes da região. A melhor coisa é chegar e já subir até no número 14 (Shopping porto Geral). É um shopping simples, cheio de lojinhas e dos achados. Algumas que visitei e recomendo.

GG Bolsas e Acessórios (Shopping Porto Geral – Loja 104)
Achei bolsas de moleton Birkin inspired por R$ 89,90. Não resisti e comprei a verde, mas as outras cores também eram magníficas. Vendedora simpática e a koreana dona da loja no maior esforço pra atender bem.


Iris Bijoux (Shopping Porto Geral – Loja 100 ou 14/15)

São duas lojas com o mesmo nome, sendo uma abarrotada de anéis e outra de correntinhas. A de correntinhas tem coisas lindíssimas a partir de R$ 10. Os anéis custam a partir de R$ 20 (aqueles duplos) – vale a pena olhar tudo. Na foto o colar de ampulheta com carinha de vintage – a ampulheta funciona de verdade e conta 60 segundos. E o gatinho em metal.


Mauro Bijouterias (Shopping Porto Geral – Loja 28 ou 47/111)

Essa loja é mega zoneada, uma muvuca, mal organizada, sujinha. Mas olha, ela representa o caos da 25 de março com tudo junto: maquiagem baratinha, caixas e mais caixas, cintos, necessaires, anéis, bijoux, atacado, varejo, fila. Fiquei pouco tempo e não olhei tudo, nessa loja específica eu entrei com foco: comprar bandejas para organizar meus anéis. Quando vi o preço quase caí pra trás: R$ 7 cada bandeja de mdf com veludo.

Lumme (Ladeira Porto Geral nº 78)
Minha favorita, disparadamente. Tem uma parede só de de prata, outra de anéis, outra de pingentes. Tudo muito bem acabado na categoria de jóias e semijóias. Tem muita coisa com banho de ouro e acabamento de jóia. Vale a pena também dar aquela olhada no andar superior que vende produtos para noivas e colares de pedras naturais. Não é barata, mas é garantia de boas compras. Eles dão um belo desconto em dinheiro e dá para comprar no varejo.

Espaço ND

Esta loja fica numa ruazinha sem saída na própria Ladeira Porto Geral. O blog da loja é fantástico e dá dicas super legais das tendências de moda e acessórios. O valor não é dos mais baratinhos mas tenho peças compradas há 2 anos e meio intactas! O preço do atacado é muito melhor por isso se não quer gastar muito leve uma amiga e divida o valor mínimo.

25 de março
São muitas lojas, uma atrás da outra. A Nath já deu a dica nesse post sobre os Amarinhos Fernando, a alegria da neo dona-de-casa. Mas nem só de utilidades é feita uma visita à pitoresca 25.

Le Charm Bijoux (Rua 25 de Março 673)
Maxicolares, muitos deles. Para conseguir preço de atacado tem que comprar mais de R$ 150. Nessa loja tem aquelas golinhas e outros maxicolares em geral e umas echarpes bem bonitas.

Golinha da Le Charm, releitura do colar de pérolas – R$ 68

Bibelot (Rua 25 de Março 775 ou Ladeira Porto Geral 34)
Essa loja é bem legal porque tudo tem cara de vintage. No andar de baixo tem bijoux e acessórios, e no andar de cima tem decoração. Tudo de muito bom gosto. Não comprei nada por lá dessa vez pois já tinha estourado a minha cota. Mas vale olhar tudo… tenho três brincos de lá que uso muito.

Esse post também tem altas dicas da 25 de março!

Onde almoçar na 25 de março?
Eu só conheço duas possibilidades deliciosas: ou comer em um empório árabe (tem vários por lá nas ruas transversais) ou comer o famoso pastel de bacalhau no Mercado Municipal. Coom muito cuidado e abraçada na bolsa dá pra ir a pé! A imagem fala por si só:


Pastel do Hocca

Esse pastel de bacalhau do Hocca é UM SONHO. Não sei qual é melhor, o de bacalhau ou o de camarão. Eu comi um pedaço do de camarão da minha irmã e achei AMAZING, mas o bicho é tão imenso e engordativo que não dá para comer 2. O preço = R$ 12.

Para voltar para Santos
Aí você estará megacansada, se seu namorado/pai/irmão estiver com você ele estará mega impaciente (e com razão). Não dê bobeira e se programe para sair de lá entre 17:00 e 17:30 (no máximo, MESMO). Aí você consegue vir sentada no metrô até o Jabaquara (não tem baldiação). Lembre-se que estará multinacionalmente contaminada com bactérias, então muito álcool gel para você. Chegando no Jabaquara é só pegar o ônibus de volta e záz, você estará em Santos com suas novas aquisições e com a missão de espantar o mau humor do namorado/pai/irmão que nunca mais vai querer voltar lá.